Voxel

Conheça o time principal de personagens de SOCOM 4

Último Vídeo

Os desenvolvedores de SOCOM 4: U.S. Navy SEALs, jogo de ação exclusivo para PlayStation 3, revelaram a equipe principal da campanha single player. Os personagens centrais da trama são intrigantes e podem facilmente despertar o interesse dos fãs da franquia.


Segue, então, o conjunto com as fichas técnicas dos cinco principais combatentes do novo título para o console de última geração da Sony:

Cullen Gray (“OpsCom”)
Força militar: NATO ISF
Idade: 36

Gray é o Operations Commander do grupo e, portanto, o líder. Filho de um casal curioso (analista naval e geóloga civil), o soldado possui uma história lendária de serviços prestados. Enquanto é conhecido por resolver rapidamente e silenciosamente algumas das situações mais delicadas da NATO, o personagem conta com um perfil psicológico bem misterioso.

Os exames rotineiros mostram que ele é cínico e fechado. Gray escolheu não se socializar muito com os colegas e não tem muita empatia com aqueles que discordam de suas diretivas.

Park Yoon-Hee (“Forty-Five”)
Força militar: 707º Batalhão de Missões Especiais da Coreia do Sul
Idade: 30

Foi o começo de uma carreira de sucesso no 707º Batalhão de Missões Especiais. Com 18 meses de serviço, a combatente foi enviada à 45ª Brigada de Forças Especiais depois que o exército coreano facilitou as restrições para oficiais do sexo feminino, permitindo que elas servissem ativamente pela nação.

Yoon-Hee pensa rapidamente sobre pressão e é “expert” em operações cobertas e CQB (Close Quarters Combat, combate no qual os inimigos entram em conflito em curtas distâncias). Além disso, ela possui uma experiência considerável no que diz respeito a trabalhar em ambientes hostis.

Dion Wells
Força militar: SEALs da Marinha dos EUA
Idade: 34

Wells é um Chief Petty Officer dos SEALs da Marinha estadunidense e é especialista em operações de segurança, explosivos e HALO. Apesar de seu comportamento despreocupado e paciência (aspectos notados em relatórios de pessoal), o oficial tem uma sólida história de combate.

Ele é bastante lembrado pela sua habilidade de auxiliar oficiais comandantes com direcionamento de unidades e táticas no campo de batalha. Considerado por ele mesmo como um “mão direita”, Wells estabeleceu uma forte ligação com a OpsCom durante o curso de várias operações.


Eric Schweitzer
Força militar: SEALs da Marinha dos EUA
Idade: 30

Schweitzer cresceu em uma comunidade reclusa do oeste da Pensilvânia. Relatos indicam que ele teve uma longa — e problemática — jornada por diversas escolas. Eric foi aceito pelos SEALs três anos após ter sido recrutado pela Marinha como um técnico EOD (Explosive Ordnance Disposal, disponibilização de munições explosivas).

Cínico, ele gosta de falar expressivamente, mas não deixa de ser um operador competente, fazendo com que os colegas ignorem sua atitude na maioria dos casos. Geralmente utilizado como um Heavy Weapons Operator (operador de armas pesadas), Schweitzer é crucial quando o combate fica intenso.

Chung Kwan
Força militar: 707º Batalhão de Missões Especiais da Coreia do Sul
Idade: 25

Depois de uma curta carreira na divisão KNP da S.W.A.T. como um especialista de medidas de ataque eletrônico (“countermeasures”), Kwan ingressou nas Forças Armadas coreanas com 23 anos. Famoso por sua experiência policial, o personagem traz — de uma forma considerável — habilidades táticas e analíticas para seu trabalho.

Louvado por suas aptidões como um observador adiantado, Kwan recebeu uma oportunidade de participar da 45ª Brigada de Forças Especiais no momento em que a força militar queria oferecer reconhecimento em território inimigo e habilidades táticas para operações aliadas.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.