Destiny 2: o que o futuro reserva? Conversamos com o engenheiro do game!
Seja o primeiro a compartilhar

Destiny 2: o que o futuro reserva? Conversamos com o engenheiro do game!

Último Vídeo

Durante a BGS 2018 tivemos a oportunidade de conversar com Luis Villegas, o colombiano que é o principal responsável pela engenharia de Destiny 2. Segundo ele, a expansão Renegados, lançada recentemente, foi um ponto importante para o jogo e conseguiu o objetivo de recapturar a imaginação dos jogadores que podiam tê-lo deixado de lado.

“Queríamos criar uma história que fosse mais sombria e envolvente, mas também uma série de atividades de endgame que fariam os jogadores continuarem voltando”, afirmou o desenvolvedor. Segundo Villegas, quem gostou do tom mais intimista da expansão deve ficar feliz em saber que os conteúdos do Passe de Temporada vão seguir um caminho semelhante e explorar esse lado da história que nem sempre ficou evidente no passado.

“Queríamos criar uma história que fosse mais sombria e envolvente, mas também uma série de atividades de endgame que fariam os jogadores continuarem voltando”

Um dos reflexos desse interesse mais na narrativa pode ser visto dentro de Renegados e até mesmo da versão básica de Destiny 2. Com a chegada dos novos conteúdos, não somente todas as partes focadas na trama podem ser acessadas diretamente através do jogo, como uma interface remodelada garante que o acesso a tudo isso será muito mais fácil.

Preocupação com novos (e velhos) jogadores

VIllegas garantiu que a Bungie não está somente preocupada em oferecer novidades para os jogadores hardcore e também está de olho em quem está chegando agora em Destiny 2. “Simplificamos a interface para o Diretor, tornando mais fácil entender o que você pode fazer em seguida e também investimos em coleções e triunfos, que são maneiras fáceis de os jogadores saberem o que falta a eles e o que eles têm”.

Destiny 2

Para quem já está envolvido no universo, a equipe atualmente está focada em tornar ainda mais ricos os ambientes da Cidade Onírica, área para quem já terminou a história. Segundo Villegas, essa é a primeira vez que a Bungie cria um ambiente feito desde o início para evoluir e ganhar novos conteúdos que chegam toda semana.

Segundo o designer, ainda há muitos segredos para descobrir no game e a desenvolvedora não pretende diminuir o ritmo. “Vamos continuar construindo Destiny, esse é um game que pensamos, como um hobby, queremos que os jogadores digam que é algo com o que eles podem interagir em uma base constante e descobrir novas coisas, melhorar meu guardião, jogar atividades diferentes com meus amigos”.

Crossplay e exclusividade temporária

Aproveitei para perguntar a Viegas se há alguma chance de que o intervalo entre a chegada de certos conteúdos temporariamente exclusivos ao PlayStation 4 cheguem mais cedo a quem joga no Xbox One ou no PC. Segundo ele, o acordo com a Sony ainda está em ação, mas a BUngie sempre se preocupa em garantir que aqueles que possuem outras plataformas vão ter a experiência mais completa possível.

Destiny 2

No caso de Renegados, isso quer dizer tanto o acesso completo à nova história como também a possibilidade de conferir a grande maioria das novidades que chegam à Cidade Onírica, garantindo uma experiência completa a todos. Para finalizar, VIllegas afirmou que a Bungie está atenta a pedidos de crossplay entre plataformas, mas que, ao menos atualmente, não há nenhum plano em ação para unir as comunidades das plataformas em que o game está disponível.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários