Voxel

Criadores de Amnesia anunciam SOMA, jogo para o PlayStation 4 e PCs [vídeo]

Último Vídeo

A Frictional Games, criadora do premiado Amnesia: The Dark Descent, acaba de anunciar um novo título para o PlayStation 4 e PCs. SOMA, nome do promissor jogo que mescla os gêneros horror e ficção científica, “foi feito para mexer com o seu interior e confrontá-lo com questões acerca de sua própria existência”. De acordo com Thomas Grip, diretor de criação da desenvolvedora, o enredo do game coloca os jogadores na pele de uma pessoa normal presa em um mundo sombrio.

SOMA é um jogo sobre exploração, sobrevivência e imersão em uma narrativa interativa”, afirma o diretor. Mas seria essa breve definição capaz de abarcar toda a atmosfera deste anúncio? Ainda nas palavras de Grip, “para que toda a animação [em torno da notícia] possa ser justificada, é preciso cavar um pouco mais fundo”. Cenários e temas, também como explica o executivo, foram sempre subprodutos da Frictional Games. “Começamos com a jogabilidade e criamos, então, aspectos capazes de trabalhar com [o estilo de jogo]”, esclarece Grip.

Uma crise de consciência?

Parece que, para além de gráficos em altíssima resolução, o objetivo visado pelos criadores de SOMA é provocar uma “crise de consciência” em quem ousar engatar uma jogatina. “Pessoalmente, acho que as questões mais profundas podem ser perguntadas. ‘Como o sentimento de subjetividade pode emergir através de um pedaço de carne?’”, provoca o criador.Temas como livre-arbítrio e existencialismo são os eixos que deverão provocar um "desconforto" na consciência dos jogadores. Esses conceitos, para Grip, não poderiam ser simplesmente discutidos por diálogos e mais falas em SOMA. “Nós queremos jogar através ‘desses assuntos’. Isso tem de ser parte integral do jogo”, esclarece o diretor de criação do game.

Monstros temáticos

Ao explorar os ares densos de SOMA, criaturas bizarras e monstros “caricatos” vão não apenas lhe impor desafios. “Cada [uma das monstruosidades] vai estar imbuída de um dos temas”, revela Grip. Para que seja possível sobreviver neste mar de incertezas e embates de existência, “você vai precisar entender como [os monstros] ‘trabalham’”. Por fim, Grip arremata a apresentação dizendo que “o ponto alto de SOMA não é ser apenas outra ‘viagem sanguinolenta em uma nave de monstruosidades’”.SOMA é um jogo de horror e ficção científica sob a perspectiva de primeira pessoa. PCs e o console de nova geração da Sony serão as plataformas agraciadas pelo game em algum momento de 2015.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.