Voxel

Criadores de CoD alegam problemas financeiros a devido a processo contra Activision

Último Vídeo

Img_normal

Os criadores da franquia Call of Duty, Jason West e Vince Zampella, estão começando a sentir os impactos financeiros de seu processo na justiça americana contra a Activision Blizzard, que hoje detém os direitos sobre a série. De acordo com documentos divulgados pelo Kotaku, os custos da ação na justiça já ultrapassam os ganhos anuais dos dois desenvolvedores.

West e Zampella estão processando a Activision por terem sido demitido após a compra da Infinity Ward pela empresa. Eles pedem US$ 36 milhões de dólares em indenizações por danos morais e os direitos de qualquer jogo da franquia Call of Duty que se passem da era pós-Vietnã em diante.

Recentemente, a Activision incluiu a Electronic Arts, onde West e Zampella trabalham atualmente, como participante do processo, por motivos não divulgados. Os criadores da franquia de guerra alegam que sua ex-empregadora está tentando adiar a data do julgamento, aumentando os custos e comprometendo suas vidas pessoais e profissionais. Atualmente, os dois estão no processo de estabelecimento do Respawn, seu novo estúdio.

O julgamento do processo está marcado para maio deste ano, mas há possibilidade de adiamento devido aos novos documentos apresentados pela Activision. Aparentemente, a batalha judicial, também conhecida como “Call of Duty: Legal Warfare”, está longe de chegar ao fim.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.