Voxel

Crystal Dynamics: “Já estava na hora de pensarmos Lara Croft de uma maneira totalmente nova”

Último Vídeo

Img_normal

A Crystal Dynamics disse que um reinício da série Tomb Raider era necessário, desde que praticamente todas as possibilidades da saga já haviam sido exploradas à exaustão até Tomb Raider: Underworld.

Em entrevista ao site VG24/7, o diretor de arte da Crystal Dynamics, Brian Horton, confirmou que a desenvolvedora sentia que já estava na hora de uma mudança no direcionamento da série. No entanto, era necessário manter as características principais que tornaram as aventuras de Lara Croft tão populares no mundo todo.

“Nós já fizemos tudo o que podíamos, agora é hora de pensar Lara de um jeito totalmente novo”, comenta Horton. Mesmo com as mudanças, o diretor de arte da desenvolvedora também confessou que a empresa está tentando manter a combinação dos elementos de ação e de aventura, de forma que eles possam ser vistos através de uma nova filtragem. Além disso, o game conta com uma nova origem, que trará uma perspectiva de história diferente das convencionais.

Img_normal

Karl Stewart, também da Crystal, contou que uma das coisas mais importantes que a equipe de criação aprendeu nos dois jogos anteriores é que Lara Croft nunca teve muita personalidade. “Ela era uma espécie de caricatura dela mesma”, diz Stewart. Então, a ideia de colocar a heroína em meio a um conjunto de pessoas veio depois que os produtores estudaram outras grandes franquias de sucesso, como o seriado Lost.

A busca pela relação entre os personagens, levando em conta as diferentes personalidades de cada um, é o que a desenvolvedora busca para o novo Tomb Raider. Assim, os gamers poderão aprender mais sobre Lara. Tomb Raider recentemente foi confirmado para o dia 5 de março de 2013, com versões para PC, PlayStation 3 e Xbox 360.

Fonte: VG24/7

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.