Voxel

Crystal Dynamics quis uma Lara Croft mais próxima dos jogadores

Último Vídeo

Na hora de criar o reboot de Tomb Raider, a desenvolvedora Crystal Dynamics tinha um objetivo muito claro: fugir da Lara Croft “de teflon” e criar uma personagem mais humana e próxima dos jogadores. De acordo com Rhianna Pratchett, uma das responsáveis pela narrativa do game, afastar a “aristocrata rainha de gelo” é um dos principais destaques do novo game.

De acordo com ela, o trabalho remeteu à verdadeira criação de heroínas de ação, algo em que a experiência nas séries Mirror's Edge e Heavenly Sword ajudou muito. São as dinâmicas de jogabilidade que definem as motivações da personagem e permitem que ela pareça parte integrante do mundo do jogo.

Na opinião de Pratchett, essa missão foi cumprida no novo Tomb Raider, que apresenta uma personagem de carne e osso, que sangra e sofre como qualquer um de nós. O game chega no ano que vem.

Fonte: GamesIndustry International

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.