Voxel

Crytek esclarece por que cancelou o jogo Redemption, que seria um "encontro de The Last of Us com Crysis 2"

Último Vídeo

Alguém aí se lembra de Redemption? Um projeto da Crytek descrito pela própria desenvolvedora como “The Last of Us encontra Crysis 2”? Pois é, já foi cancelado há algum tempo – mas a luz no fim do túnel ainda existe. A Crytek deu algumas palavras a respeito do ocorrido.

O CEO da desenvolvedora, Cevat Yerli, disse que a ambição do game era “entregar uma conexão emocional significativa” e que a história seria inspirada numa experiência que o executivo teve ao não conseguir encontrar sua sobrinha.

O jogo seria um shooter em terceira pessoa em que os jogadores deviam proteger uma garota de 10 anos chamada Jelena. Diversos comandos poderiam ser direcionados a ela: esconder-se, seguir o protagonista, lutar etc. Um dos botões nos controles seria especialmente voltado ao zoom no rosto da garota para conferir as expressões faciais dela.

Após dois anos de trabalho, contudo, os “testers” não gostaram do game, alegando que Jelena era “irritante”.

“Naquele ponto [do desenvolvimento], nós sabíamos – ou eu sabia – que esse era um projeto que não poderia deslanchar ainda”, afirmou Yerli. “Não temos a tecnologia e as capacidades aqui. Não apenas a companhia, mas a indústria de um modo geral”, lamentou. Apesar disso, o executivo apontou uma esperança: “Espero que o projeto volte aos eixos algum dia de alguma forma”.

A primeira data de Redemption foi em julho de 2011 e as possíveis plataformas seriam PC, PlayStation 3 e Xbox 360. Depois, o game passou para agosto de 2012 (mais de um ano de atraso) até que, enfim, foi cancelado.

Vamos torcer para que jogos como Bioshock Infinite e The Last of Us provem que uma IA que acompanha o jogador por toda a aventura não é lá tão ruim assim.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.