Voxel

CS GO: Lucas fala sobre seu empréstimo para a MIBR e a chegada na equipe

Último Vídeo

Lucas (ou LUCAS1) é o jogador mais recente da line-up da MIBR, e chegou no mês passado em uma troca pelo jogador felps feita com a equipe da Luminosity.  Desde então Lucas já jogou três torneios junto da MIBR: a ESL One Cologne, BLAST Pro Series Los Angeles e a IEM Chicago, quando conversou com o Voxel sobre sua chegada no time, seu empréstimo e o que espera do major StarLadder Berlin.

Aniversario LucasLucas comemora seu aniversário durante a Blast Pro Series Los Angeles
Blast Pro Series / Twitter

Lucas entrou na equipe com um clima pesado, principalmente pela sequência de derrotas. “Eles são players que já foram top 1 do mundo, é difícil perder muito. Pelo fato de eu ser uma pessoa positiva, entrei no time para ajudá-los nessa questão”. Como zews destacou na sua entrevista, o time hoje está mais feliz e com o clima mais leve.

Mas não é porque Lucas é o jogador mais recente ou o com um histórico mais modesto que ele se sente menos pressionado na MIBR “sempre senti pressão nos times que joguei, por fazer um papel difícil. Também sinto pressão [na MIBR], tenho que jogar bem, estou em um time novo. Tenho a pressão comigo, mas não fico pensando nessas coisas”. Lucas conta que depois da derrota na final do PGL Major de Kraków em 2017 começou a se consultar com um psicólogo para melhorar sua mentalidade. 

IEMCopyright: ESL | Helena Kristiansson

Não foi a primeira vez que a MIBR tentou levar Lucas para a sua line-up. Segundo o jogador, na primeira vez ele não aceitou por conta do irmão (Lucas tem um irmão gêmeo que também é pro-player, HEN1) que joga com ele desde o início da carreira. Depois, na época da equipe 100 Thieves, eles estavam com vaga no major e ele não podia nem queria largar o time. 

Ver essa foto no Instagram

Vencedores! Te amo vida @henriquehen1 ??Partiu berlandia, alo família tamo chegando aiuruuul ?? ????

Uma publicação compartilhada por Lucas Teles (@lucastelesf) em

A troca por felps veio na hora certa para Lucas, que não estava bem na Luminosity e já pensava em sair da equipe. O fato de estar emprestado e não contratado pela MIBR não o preocupa “quero fazer um bom jogo e um papel bem feito e, se tudo der certo, entrar para o time”. 

É muito claro que o foco da MIBR agora está todo no major StarLadder Berlin. “Sempre vou para os campeonatos com expectativa muito grande, sempre acho que vou ganhar, independente de quem está jogando comigo”. No momento Lucas está em passagem rápida pelo Brasil, depois de sete meses longe de casa.

IEMLUCAS1/Twitter

O próximo desafio da MIBR é no dia 28 de agosto, quando inicia sua participação na StarLadder Berlin, na etapa The New Challengers Stage.

*A jornalista viajou para Chicago a convite da Intel.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários