Voxel
10
Compartilhamentos

Dark Souls 2: “balancear dificuldade é o meu maior desafio”, diz diretor

Último Vídeo

Em entrevista à revista Game Informer, o diretor de Dark Souls 2, Yui Tanimura, respondeu como ele pretende deixar a sua marca no jogo, após receber o comando da franquia de Hidetake Miyazaki, diretor de Demon’s Souls e Dark Souls.

“Eu sou o responsável pelo balanceamento do jogo. A dificuldade, os desafios, a frustração do jogador. Eu pretendo gastar boa parte do jogo balanceando a localização dos inimigos e os seus parâmetros de dificuldade para que o jogador tenha o desafio que procura, mas também consiga conquistar o suficiente para sentir-se recompensado depois de tudo”, explicou o diretor.

Tanimura respondeu também que está cuidado de todos os mínimos detalhes para que Dark Souls 2 ofereça a melhor experiência já criada dentro da série, além de mais acessível para os novatos. Isso não significa, no entanto, que o jogo desviará do caminho seguido pela franquia até então.

“Não é exatamente necessário deixar um jogo mais fácil para que ele seja mais acessível, basta torná-lo mais compreensível. Para isso, vamos cortar alguns elementos que exigiam muito tempo em Dark Souls e que poderiam ser considerados ‘tediosos’ por alguns jogadores para apresentar a mais pura expressão do que Dark Souls quer comunicar, que é a sensação de satisfação pela superação de um desafio”, concluiu Tanimura.

Dark Souls está previsto para chegar ao PlayStation 3, ao Xbox 360 e ao PC em março do ano que vem. Até lá, você pode conferir as impressões do Gabriel sobre a demonstração do jogo que estava presente na edição deste ano da Electronic Entertainment Expo (E3).

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.