Voxel

David Cage: “faço jogos por paixão, não para ganhar dinheiro”

Último Vídeo

Fonte da imagem: Reprodução/Zimbio
David Cage se vê mais como um escritor de ficção do que como um designer de jogos. E essa visão um pouco diferente do mercado permite que ele circule por esferas um pouco diferentes das frequentadas pelos desenvolvedores normais. Um exemplo é o Festival de Cinema de Tribeca, onde Beyond: Two Souls foi um dos destaques.

Segundo Cage, essa posição diferenciada é fruto de uma visão também diferenciada do ofício de trabalhar com jogos. Em entrevista, ele afirma não trabalhar por dinheiro, e sim, por paixão. Aqui, a questão é ter algo a dizer e passar uma mensagem, não apenas trabalhar visando números.

Essa mudança de visão veio com Heavy Rain, título onde Cage colocou muito de suas próprias experiências e pensamentos. Antes disso, conta ele, tratava-se apenas de emprestar referências e conceitos de diversas outras obras para criar um conjunto coeso. O título para PlayStation 3 mostrou a ele que falar de si mesmo é mais fácil e, como os jogadores e a crítica mostraram, muito melhor.

De frente com a morte

Foi uma experiência pessoal que deu origem a Beyond: Two Souls: a morte de um ente querido. Cage lembra que aprendeu muito sobre encarar os próprios medos – inclusive o de mudanças – com o ocorrido. Daí para a vontade de transpor isso para um game, foi um pulo. E a ideia do “alguém invisível”, conhecido apenas pela protagonista, é um reflexo direto da dor sofrida pelo designer.

Só que aqui, a diferença é que o jogador pode mudar os rumos da história, ao contrário de um filme. De acordo com o designer, isso traz uma camada a mais para o mundo dos jogos eletrônicos, fazendo com que as pessoas nunca saibam o que esperar, exigindo uma dose de comprometimento e pensamento lógico.

Mesmo tendo surgido de um conceito triste, David Cage afirma que Beyond: Two Souls é uma história de esperança. É o que exibe com clareza o trecho de mais de meia hora exibido em Tribeca, onde a protagonista se vê desabrigada e acompanhada de mendigos. Uma das companheiras está grávida e dá a luz. “É o ciclo que continua acontecendo, há uma nova vida chegando.” Mesmo para quem perde tudo, algo de bom pode acontecer. É essa a lição do game.

Beyond, game estrelado por Ellen Page, Willem Dafoe e diversos outros atores, chega ao mercado em 8 de outubro para PlayStation 3.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.