Dead or Alive 6 quer explorar mais a cena competitiva profissional

Dead or Alive 6 quer explorar mais a cena competitiva profissional

Último Vídeo

Apesar de estar presente no universo dos games há mais de 20 anos, Dead or Alive nunca teve o mesmo impacto que séries como Street Fighter e Mortal Kombat na cena competitiva profissional. A Tecmo Koei reconhece isso, e espera mudar um pouco essa situação com o lançamento de Dead or Alive 6, que chega às lojas em março deste ano.

Dead or Alive 6

Em uma entrevista à GameSpot, o diretor Yohei Shimbori afirmou que deseja que a série seja encarada de forma mais séria, o que implica deixar um pouco de lado o fanservice. “Estou muito feliz em ver que o movimento dos eSports se tornou maior em anos recentes. Eu realmente quero trabalhar com os fãs para ajudar DOA a se expandir e atingir esse tipo de palco. Meu sonho é que a base de fãs de DOA cresça ainda mais do que hoje”.

Prestando atenção à concorrência

Shimbori também explicou que a Tecmo Koei prestou atenção ao que outros jogos fizeram na hora de definir o que trazer a Dead or Alive 6. Ele cita como exemplo Street Fighter V, que chegou às lojas sem um modo história, em uma decisão que desagradou ao público — sinal de que era preciso trazer uma opção do tipo a Dead or Alive 6.

“Também há muitos fãs que gravitam em torno de certos personagens. Focamos mais nisso em DOA 5 e nas versões free to play, e com a customização expandida em DOA 6, queremos que os fãs criem suas próprias versões desse personagem”, complementou o diretor. Com versões para Xbox One, PlayStation 4 e PC, o novo game da série faz sua estreia oficial no dia 1 de março de 2019.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários