Voxel

Dead Rising 3: zumbis gerados processualmente e adeus Xbox 360

Último Vídeo

Img_normal

Em um recente evento dedicado ao Xbox One, realizado em Sidney (Austrália), o produtor Mike Jones afirmou que o console da próxima geração da Microsoft permitiu que a equipe de desenvolvimento atignisse um nível de complexidade muito superior ao que era possível no Xbox 360. Um exemplo disso é que as texturas reaproveitadas nos games anteriores da série Dead Rising foram substituídas por um mundo aberto inteiramente desenhado a mão pelos artistas visuais.

“Nesse novo cenário, você sempre procura a maneira que permita a maior personalização do todo, evitando a todo custo reutilizar materiais”, afirma Jones em entrevista ao site ComputerAndVideoGames. O produtor também afirmou que a demanda dos jogadores por detalhes maiores nos próximos títulos cresceu muito com a proximidade da nova geração, o que encarece bastante o processo.

“Isso absolutamente aumenta o custo e o tempo gasto na produção”, explica o produtor de Dead Rising 3, que também conta que o novo título da franquia utilizará um sistema de geração processual de zumbis. Isso significa que as criaturas são criadas de maneira dinâmica durante a jogatina, o que garante que os gamers praticamente nunca vejam dois mortos-vivos iguais ao mesmo tempo.

Para que isso fosse possível, Jones descreve um estreitamento de relações entre a Capcom com a Microsoft, a fim de aumentar a consultoria mútua entre as empresas. “Nós entregamos Pa Microsoft um protótipo daquilo que nós realmente gostaríamos de fazer, o que seria impossível com as condições oferecidas pela atual geração. Com isso, eles começaram a nos guiar sobre como proceder, dando várias dicas sobre as capacidades de memória, processamento e outras funções”, revela Jones.

Xbox 360 é passado

Img_normal

Com as novidades sobre Dead Rising 3, aumentaram muito as especulações sobre uma possível chegada do game ao Xbox 360. No entanto, a Capcom se pronunciou oficialmente sobre essa questão, negando qualquer intenção que possa ter sido anunciada de lançamento par ao console da geração atual, reiterando que o novo título será exclusivo do Xbox One.

A companhia explica que esse engano pode ter sido proveninente de uma má interpretação de informações. Dead Rising 3 teve seu início de desenvolvimento para o atual console da Microsoft, mas o projeto foi rapidamente alterado para o seu sucessor, devido a impossibilidade de realizar a produção com a capacidade de processamento atual.

Dead Rising 3 tem previsão de lançamento exclusivamente para o Xbox One já no dia 22 de novembro, que é quando o novo console chega ao mercado. Estamos mais próximos a cada dia que passa!

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.