Voxel

Deadlight: novos detalhes e o porquê do ano de 1986 [vídeo]

Último Vídeo

Afinal, por que o ano de 1986? Por que a paisagem revelado no trailer inaugural do game (confirma acima) parece revelar um pesadelo que deixaria o próprio Mad Max desesperançado? Essas são algumas perguntas que o pessoal da Tequila Works respondeu recentemente sobre o vindouro Deadlight. Basicamente, trata-se de um título de ação/puzzle baseado em filmes de ação exagerada e de zumbis... Embora também nos vários acontecimentos de foco astronômico que marcaram o referido ano.

Afinal, 1986 foi o ano em que a Rússia lançou a estação espacial Mir. Foi também o ano em que o cometa Halley cortou os céus. Entretanto, trata-se também do momento em que o buraco na camada de ozônio passou a preocupar seriamente os cientistas... E também foi o ano em que a Challenger explodiu 73 segundos após o seu lançamento, matando todos os sete astronautas a bordo em cadeia nacional.

 Enfim, 1986 será também o ano em que a trama singular de Deadlight se desenvolverá. “Se você pensar sobre isso, 1986 foi um ano com muitos eventos lunares”, afirmou o CEO da Tequila Works, Raul Rubio, em entrevista ao site Joystiq. “Se você juntar isso com filmes como ‘[Rambo:] First Blood’ e ‘Day of de Dead’, o resultado é um visual realmente único.”

O pesadelo particular de Randall Wayne

Deadlight toma como palco a Colúmbia Britânica, no Canadá, onde uma trágica doença infectou toda a população a noroeste do Pacífico. Como resultado, vizinhos, amigos e parentes foram transformados instantaneamente em autômatos homicidas chamados de “Shadows”. Ou melhor, há um sobrevivente: Randall Wayne.

Em óbvia desvantagem numérica e pessimamente equipado, Wayne está determinado a sobreviver. Entretanto, a Tequila Works se apressa em informar que uma enxurrada de disparos não ajudarão muito aqui. Embora o game libere novos armamentos de acordo com o andamento da trama, eles são bem pouco efetivos.

Bem, e o que realmente funciona? Armadilhas, garante Rubio, em entrevista ao referido site. “Trata-se de uma abordagem direta ao medo e à paranoia. O jogador vai precisar utilizar o seu cérebro para resolver puzzles, e também para controlar a ação e a física.” Dessa forma, a coisa toda tenderá muito mais para Portal do que para Left 4 Dead. “Os jogadores terão acesso a novas armas conforme o jogo progride, mas elas são bem menos efetivas do que as armadilhas, e certamente são sempre uma escolha muito ruim.”

 Mas não, não se trata aqui de uma história sobre como o “exército de um homem só” conseguiu resgatar o mundo do caos. “Deadlight é sobre os sentimentos de Randall, sobre os seus desejos e também sobre os seus problemas. Tudo o que nós temos como ‘certo’ hoje, como atravessar a rua, em Deadlight é um verdadeiro desafios.”


Enfim, trata-se do primeiro projeto do Tequila Works. A escolha da XBLA pode indicar algo realmente excêntrico — algo que tem ocorrido em diversos casos. Agora é esperar para ver o próximo passo de Randall Wayne.

Deadlight deve dar as caras no próximo mês de abril na Xbox LIVE Arcade. Fique ligado no TecMundo Games para mais novidades.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.