Denúncias de discriminação custarão US$ 10 mi para a Riot Games

Denúncias de discriminação custarão US$ 10 mi para a Riot Games

Último Vídeo

A Riot Games, desenvolvedora de League of Legends, elaborou um acordo para indenizar funcionárias que denunciaram a empresa por sexismo e discriminação de gênero, com altas disparidades salariais, em US$ 10 milhões. O processo de ação coletiva foi resolvido em agosto e teve início em 2018, a fim de restituir as mulheres que trabalharam para a companhia pelos últimos cinco anos, algo em torno de mil funcionáris elegíveis. 

“Estamos satisfeitos por ter um acordo proposto para resolver completamente o processo de ação coletiva. O acordo é outro passo importante adiante e demonstra nosso compromisso em cumprir nossos valores e para tornar a Riot um ambiente inclusivo para os melhores talentos do setor“, disse o porta-voz da Riot, segundo Los Angeles Times.

https://fortune.com/2019/08/23/riot-games-lawsuit-settlement/
(Fonte: Reprodução)

A companhia também se comprometeu a melhorar o ambiente de trabalho e seus valores, inclusive quanto denúncias e abusos de quaiquer formas dentro da organização. Com salários e práticas trabalhistas reformulados, resta aguardar a aprovação da Corte para concluir o processo.

Entenda o caso

Em 2018, duas funcionárias entraram em processo contra a Riot por “discriminação endêmica de gênero e promoção de um ambiente ‘masculino'", anteriormente apurada pela repórter Cecilia D'Anastasio, do Kotaku. Mesmo com a reportagem e a promessa de melhorar as condições trabalhistas, aparentemente não houve mudança, gerando protestos dentro da empresa, reforçados por uma proposta de arbitragem privada da Riot, já em 2019.

A sugestão de arrastar o andamento do processo com a arbitragem criou um clima preocupante dentro de desenvolvedora, culminando em greves na sede em Los Angeles, EUA. Assim, várias mulheres levaram cartazes e protestaram contra as más condições na empresa, revelando uma situação insustentável que precisava de soluções rápidas e eficientes.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários