Desenvolvedor diz que é “fisicamente impossível” o Xbox One alcançar o PS4

Desenvolvedor diz que é “fisicamente impossível” o Xbox One alcançar o PS4

Último Vídeo

A guerra é interminável. E assim deve ser, afinal, o mercado se alimenta de um elemento chamado concorrência. Para bem ou para mal, as farpas entre uma marca e outra rolam soltas. Sony e Microsoft sabem muito bem disso. Para acirrar a discussão, o co-fundador e desenvolvedor da Oddworld Inhabitants, Lorne Lanning, disse que é “fisicamente impossível” o desempenho do Xbox One se igualar ao do PS4.

Lanning concedeu uma entrevista ao site Xbox Achievements no mês passado, em que afirmou que o “abismo” de desempenho entre os dois consoles desapareceria no futuro. Mas na verdade ele foi mal interpretado e não estava se referindo a diferenças computacionais entre os dois sistemas. Quem disse isso foi Stewart Gilray, o próprio CEO da desenvolvedora Just Add Waters, que é subsidiada pela Oddworld Inhabitants e trabalha no jogo Oddworld: New ‘n’ Tasty!, releitura da célebre franquia inaugurada no PS1 que chegará agora ao PS4.

“PS4 tem mais unidades de computação, memória mais rápida e um monte de outras coisas”

“Na verdade, não foi isso o que ele disse [que a diferença de desempenho desapareceria]. Conversei com o Lorne após a ocasião e o que ele quis dizer na entrevista foram questões relacionadas a orçamentos, metas e outros pontos que se equalizariam entre os dois consoles nesse sentido, mas não que o desempenho do Xbox One pode melhorar a ponto de igualar o do PS4, isso é fisicamente impossível. O PS4 tem mais unidades de computação, memória mais rápida e um monte de outras coisas, isso faria com que o desempenho do Xbox One seja fisicamente impossível de alcançar o do PS4”, explicou o CEO ao site Worlds Factory.

Lanning está trabalhando no mencionado Oddworld: New ‘n’ Tasty!, o qual, teoricamente, nasce como um exclusivo do PS4, mas há também possibilidade de aparição no Xbox One, uma vez que o desenvolvedor estaria em conversas avançadas com a Microsoft para trazer o título ao console. Caso o game chegue às duas plataformas, Lanning crê que o desempenho seja bom, não importando a escolha.

“Não estamos classificando assim, de forma tão pesada [a diferença de desempenho entre o Xbox One e o PS4]. Não acho que teremos problemas de desempenho em qualquer um dos dois consoles e provavelmente vamos atingir nosso objetivo, com especial atenção em iluminação, efeitos de partículas etc.”, completou Lanning.

Querendo ou não, o co-fundador da Oddworld Inhabitants proferiu dizeres que certamente não agradaram a todos os ouvidos – tanto que o caso ocorreu em março e repercute até agora na rede.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.