Desenvolvedor fala sobre Come Midnight, jogo cancelado da People Can Fly

Desenvolvedor fala sobre Come Midnight, jogo cancelado da People Can Fly

Último Vídeo

People Can Fly, o estúdio responsável por Bulletstorm, decidiu falar um pouco sobre Come Midnight, seu jogo de investigação e mistérios cancelado em 2006. O título sairia para PS3 e Xbox 360 e prometia ser uma mistura de L.A. Noire com Uncharted em um cenário de thriller sobrenatural.

Durante a conferência Digital Dragons na Polônia, o antigo líder da desenvolvedora, Adrian Chmielarz, decidiu falar um pouco mais sobre o jogo cancelado pela THQ: “Ele teria sido absolutamente incrível. O problema com o jogo é que ele era muito difícil de ser explicado. De certa maneira, ele misturava um tema noire com Survival Horror, aventura, thriller e uma história de amor. O mais próximo que eu poderia chegar dele seria uma versão mais linear de L.A. Noire, como um encontro entre este título e Uncharted”.

Concept art do cancelado "Come Midnight"

Um detetive com poderes sobrenaturais

Chmielarz continua: “Você jogaria com um detetive particular que inicia uma investigação normal, mas no fim das contas haveria poderes sobrenaturais agindo sobre o caso. O seu personagem pode se comunicar com os mortos”.

Os superpoderes do protagonista são oriundos de um momento do jogo no qual ele sofre uma experiência de quase morte, e acaba enxergando o túnel que separa os dois lados. “Quando ele volta ao seu corpo, o detetive mantém a habilidade de ver a pós-vida: falando com fantasmas e sendo capaz de presenciar os últimos 30 segundos da vida de um corpo ao tocá-lo”.

“Era muito climático”, disse Chmielarz, “um jogo incrivelmente climático. Grande narrativa e uma perspectiva em terceira pessoa que era uma mistura de Resident Evil clássico com L.A. Noire, cheio de surpresas.” Em termos de mecânicas, o jogo iria incorporar diversos elementos diferentes, com sessões de tiro, briga de rua, investigação e a visita a lugares sombrios onde você deve interagir com os outros personagens. Para Adrian, “tudo girava na ideia de como seria ser um detetive sobrenatural nos anos 40”.

O escritório do detetive sobrenatural

O fim do projeto

Para o desenvolvedor o problema era justamente o fato de o jogo ser muito diferente, o que acabou não oferecendo segurança para o selo. “A THQ realmente nos ferrou em um momento, o jogo foi cancelado por razões completamente externas. A empresa estava se reorganizando e decidiu deixar a Europa. Eles decidiram manter apenas um título no velho continente e S.T.A.L.K.E.R. estava bem mais completo e próximo do lançamento do que nós, que ainda estávamos a um terço de finalizá-lo”.

No fim das contas, segundo Adrian, a THQ simplesmente cancelou o título, sem qualquer especificação, cessando todo o contato com a People Can Fly poucas semanas depois. O pequeno estúdio passou muitos meses próximo da falência financeira.

A solução chegou quando a equipe foi até a Epic Games com seu protótipo para um novo jogo, o que viria a ser Bulletstorm. A empresa ficou tão impressionada com as ideias para este FPS que acabou decidindo comprar o pequeno estúdio. Adrian Chmielarz disse que eles até tentaram vender o conceito do Come Midnight para os novos donos, mas mais uma vez encontraram a barreira do rótulo de “muito diferente”.

O antigo desenvolvedor está agora tentando descobrir com quem estão os direitos do projeto. Para Para Adrian, eles não deveriam pertencer a à THQ, e sua vontade seria conseguir reativar o desenvolvimento do jogo.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.