Voxel

Designer de Bodycount fala sobre coberturas destrutíveis e a falta de mulheres no jogo

Último Vídeo

Img_normal

Segundo o desenvolvedor de níveis de Bodycount, Andrew Parsons, tornar partes do cenário destrutíveis nem sempre “é divertido”. Ademais, o designer ainda afirmou em entrevista ao site Games On Net que a equipe cogitou colocar mais mulheres no game, mas a ideia acabou não combinando com a premissa do título.

Acrescentar em um game a possibilidade de reduzir todo um cenário a um amontoado de entulhos é sempre uma evolução? Não necessariamente. “Nós realmente tentamos criar uma linguagem visual compreensível para o jogador, de forma que eles possam acessar coberturas para protegê-los”, afirmou Parsons. “A ideia de que, se você tornar tudo destrutível, não sobrará nada para que o jogador se proteja — o que nem sempre é divertido —, sempre foi um dos pilares do desenvolvimento de Bodycount.”

Parsons também se pronunciou em relação à relativa falta de mulheres em Bodycount — as participações femininas se limitam a uma inimiga e uma funcionária que transmite informações para as missões. Segundo o designer, a equipe chegou a discutir sobre a possibilidade de acrescentar mais mulheres na trama. “(...) Entretanto, no fim das contas, isso não refletia com precisão os cenários de combate realistas, pelo menos não aquelas áreas infernais para as quais mandamos os soldados em Bodycount!”

Ademais, o desenvolvedor traz algumas novidades sobre a classe “Scavenger”... Aquela que pretende roubar as preciosas orbes que você tenta coletar através das fases. “O ‘Scavenger’ é um bom exemplo de como nós tentamos ampliar os horizontes táticos de Bodycount”, ele explica. “Basicamente, ele age como um parasita para qualquer coisa que é derrubada durante a troca de tiros.” Trata-se de um sujeito rápido, embora com pouca força física — que, provavelmente, é compensado pelas minas que larga para trás quando é perseguido.

Bodycount deve dar as caras no dia 2 de setembro, com lançamentos previstos para Xbox 360 e PS3. Aguarde as impressões do BJ sobre a demo do game ainda hoje.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.