Voxel

Destiny e uma boa lição aprendida com Dark Souls

Último Vídeo

Demon’s Souls se tornou conhecido por não levar o jogador pela mão de desafio em desafio — fortalecendo a ideia do “se vira!” —, algo que foi levado também para Dark Souls. Bem, parece que, entre todas as inspirações que a Bungie poderia tomar para o seu Destiny, foi essa, da From Software, que mais pesou.

Em entrevista ao site GameInformer, o designer Tyson Green afirmou que a equipe é fã da forma como “nem tudo é dado” em Dark Souls — gerando o que ele chamou de “cooperação virtual”. Em outras palavras, transpor os objetivos mais espinhosos não apenas deve dar trabalho como também precisará de um reforço externo — algo bastante familiar para quem joga Demon’s Souls e Dark Souls.

“A noção de que o jogo não é um livro completamente aberto, de que você não será alimentado aos bocadinhos como uma criança, é algo que nós realmente apreciamos, e realmente acreditamos que Destiny poderia ter esse tipo de profundidade”. Não obstante, o game ainda deve ter missões mais sossegadas, indicadas para alguém mais interessado em “desestressar” do que em encarar um desafio peso-pesado.

Ademais, Green mencionou também a referência um tanto mais natural de Borderlands, com suas inúmeras possibilidades de armas e recursos — embora, em Destiny, as coisas devam ser um pouco mais centradas.

Destiny deve dar as caras em setembro do ano que vem, com lançamentos para Xbox One, Xbox 360, PlayStation 4 e PlayStation 3.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.