Voxel

Destrinchamos o trailer "Survival" de I Am Alive

Último Vídeo

Muito já foi falado de I Am Alive. O survival, que traz várias inovações aos games apocalípticos, mostrou muito, ao mesmo tempo em que não revelou quase nada, deixando constantes incógnitas sobre a experiência que ele vai oferecer.

Agora, um novo trailer da aventura foi lançado, revelando mais sobre o sistema de escalada, ainda que em doses homeopáticas. Confira o que o TecMundo Games achou logo abaixo.

Liberdade total, mas nem tanto

Nada é mais frustrante do que estar em um game de mundo aberto e dar de cara com áreas completamente inalcançáveis para seu personagem. Por sorte, parece que isso não deve acontecer com frequência em I Am Alive.

Basta ver o trailer inteiro observando os cenários ao fundo para entender. Áreas que você tinha apenas visto como um enfeite ao longe, por exemplo, se revelam acessíveis com o prosseguir do vídeo.

Tente encontrar todos os nove canos vermelhos na imagem.Uma pena que, pelo que parece, a odiada “visão de cal”, famosa no primeiro título da série Uncharted, também faz sua participação aqui; se quiser saber onde é possível se segurar, é só procurar pelos pontos vermelhos. Para um game que parece presar tanto pela sensação realista, isso pode se tornar um grande problema, já que tira muito da sensação de liberdade das mãos do jogador.

Faltou polimento

Uma vez que boa parte das informações é despejada com rapidez, o trailer pode deixar qualquer um boquiaberto com seus cenários. Mas é só prestar atenção nos detalhes para perceber que, pelo visto, I Am Alive ainda está longe de ser tão bonito quanto gostariamos.

A colisão e movimentação de Adam, por exemplo, precisam de muito polimento. A imagem acima é um exemplo claro: se você prestar atenção, vai perceber que ele mal está tocando a superfície do trem em que está andando. Além disso, não é um tanto estranho alguém estar andando em um lugar desses com a mesma postura com que caminharia em um parque?

As estranhezas não param por aí. Pouco depois, vemos o protagonista pendurado na estrutura de um caminhão tombado. Enquanto se balança para avançar entre as barras de ferro, Adam mostra uma postura ainda mais bizarra, como se a parte inferior do corpo dele estivesse simplesmente congelada. Por fim, os feixes de luz podem parecer bonitos, mas estão em ângulos impossíveis.

Mas nada supera a cena em que o personagem desce pela lateral de um prédio caído. A forma como ele se move dá a impressão de que ele está na verdade deslizando por um enorme tobogã, já que as paredes parecem não ter efeito nenhum sobre sua movimentação.

Isso deixa a pergunta: se em quase todas as cenas do trailer era possível ver algum problema, será que não vai ser o mesmo com o jogo inteiro? É melhor torcer que até o seu lançamento, no primeiro trimestre de 2012, a Ubisoft consiga corrigir todos esses erros.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.