Mais detalhes sobre as mecânicas sociais de Fire Emblem: Three Houses

Mais detalhes sobre as mecânicas sociais de Fire Emblem: Three Houses

Último Vídeo

Novos detalhes de Fire Emblem: Three Houses foram revelados na última edição da revista japonesa Famitsu mostrando um pouco mais sobre a mecânica social no novo título da série, bem como a rotina de um professor de uma escola militar. 

Em Three Houses, o jogador tomará o controle de um professor do monastério Garreg Mach que tem como objetivo formar valiosos guerreiros naturais de uma das três nações presentes na história. Embora os princípios de treinamento, nivelamento e socialização com seus soldados permaneçam inalterados se comparados com os títulos anteriores, essa é a primeira vez que teremos um professor como protagonista, mudando totalmente a dinâmica do jogo.

Com elementos sociais que lembram os momentos escolares de Persona, Fire Emblem: Three Houses se diferencia do JRPG da Atlus principalmente por colocar o jogador no lugar de um professor, trazendo prioridades diferentes daquelas de um aluno convencional. Os eventos do jogo são divididos em dias letivos, cada dia com várias atividades para escolher e separados em tempo de aula e tempo livre, além de eventos especiais, como aniversários e feriados.

Como professores, os jogadores deverão passar a maior parte do tempo ensinando seus alunos para que possam subir de nível em seus "níveis de professor" ou proficiência de armas. No entanto, a quantidade de alunos que poderão ter aulas por semana é limitada a um "Medidor de Instrutor", sendo necessário subir o nível de relacionamento com os estudantes para aumentar o medidor. Ou seja, quanto mais alto o medidor, mais alunos poderão ter aulas e mais habilidades de combate poderão ser aprimoradas.

Os alunos, por sua vez, terão seus próprios medidores de "Motivação" que determinarão quantas vezes poderão receber instruções do professor. Da mesma forma que acontece com o "Medidor de Instrutor", quanto mais alto for o medidor de motivação dos estudantes, mais aulas poderão ter para subir de nível e crescer.

Para melhorar a motivação dos alunos, o professor deverá participar de interações sociais com seus estudantes, ajudando-os com conselhos de vida ao escolher a melhor solução para cada problema. Responder positivamente aumentará a motivação, mas caso o jogador escolha a opção errada, o inverso também acontecerá.

Vale mencionar que ao ensinar os alunos corretamente, o jogador poderá ajustar as habilidades do personagem focando em sua especialização principal, como espadas, machados, magia, entre outros, ou simplesmente "despertar" novas habilidades ao realizar aulas repetidamente.

E o papel do professor não termina aí: eventualmente será possível escolher dois personagens para participar de uma "atividade em grupo", como colheita de ervas daninhas, por exemplo. Caso os estudantes sejam bem-sucedidos, o nível de suporte aumentará e bônus de status serão adquiridos. 

Por último, mas não menos importante, assim como acontece em Persona, Three Houses terá um sistema de calendário, dessa vez composto por 12 "estações", onde cada uma remete a um capítulo da narrativa. Ao final de cada capítulo, os estudantes participarão de uma espécie de exame conhecido como "Estudo de Campo".

Fire Emblem: Three Houses está em desenvolvimento para Nintendo Switch, com lançamento mundial previsto para 26 de julho. 

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários