Diretor afirma que Sony não deve seguir corte de preço do Xbox One nos EUA

Diretor afirma que Sony não deve seguir corte de preço do Xbox One nos EUA

Último Vídeo

Ao que tudo indica, reduções de preço agressivas para desbancar concorrentes já não faz mais parte do rol de estratégias de negócios da Sony. As declarações dadas por Kenichiro Yoshida, diretor financeiro da Sony, são prova de que brigas acirradas para ter o console mais barato são coisa do passado. Durante uma reunião com investidores, o executivo falou sobre a performance da empresa no terceiro trimestre fiscal de 2014 e negou qualquer plano de abaixar o valor pelo qual o PlayStation 4 é vendido aos consumidores.

No debate sobre as finanças da companhia japonesa, um dos analistas perguntou a Yoshida se a Sony bateria de frente com a tática utilizada recentemente pela Microsoft, que andou dando belos descontos em seu Xbox One. O figurão disse que não seguiriam o mesmo caminho dos norte-americanos, mas nem por isso deixariam de fazer outras ações para engajar o público e atrair novos consumidores. Os cupons para download de jogos gratuitos na compra do PS4 seriam um exemplo disso.

De qualquer forma, a Sony parece estar tranquila o suficiente com a sua fatia de mercando a ponto de não precisar se apoiar nas ações feitas pela própria empresa na época do primeiro PlayStation. Resta saber como a redução de preço aplicada pela Microsoft vai alterar o equilíbrio do mercado a longo prazo, e como os japoneses vão reagir se os negócios não se tornarem tão favoráveis.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.