Voxel

Diretor de arte de GTA V: usar vários personagens foi uma aposta arriscada

Último Vídeo

Quando Grand Theft Auto V atingiu as prateleiras no final de 2013, jogadores do mundo inteiro puderam vivenciar as ruas de Los Santos por meio dos personagens Michael, Trevor e Franklin. Em uma entrevista para a Edge, o diretor de arte Aaron Garbut comentou que o sistema de vários personagens – estreante na franquia GTA – foi uma aposta planejada pela equipe desde o início do desenvolvimento do título, mas que poderia ter dado errado.

“Ter vários personagens foi um salto de fé”, explica o representante da Rockstar North. “Foi uma ideia interessante, e nós sentimos que poderíamos fazer coisas interessantes com isso, mas também sentimos que uma mudança no núcleo do jogo poderia dar errado.”

Apesar da “aposta arriscada” da equipe, o diretor de arte vê com bons olhos a finalização do seu trabalho. “Eu acho que realmente deu certo. É tão difícil ganhar perspectiva durante o desenvolvimento – você se acostuma a olhar para os problemas que se torna quase impossível parar e olhar para os pontos positivos.”

A história dos personagens, no entanto, foi planejada pelos desenvolvedores desde o início da produção, buscando referências para cada um dos protagonistas. “Nós fomos até um lugar extraordinário chamado Bombay Beach e esperamos um Trevor de verdade explodir sobre nós a qualquer momento”, comentou Garbut. O diretor não comentou se a equipe realmente achou um psicopata como Trevor Philips, mas de sua viagem eles voltaram com muitas referências para o jogo que se tornou um dos melhores de 2013.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.