Voxel

Diretor comenta novidades de Max Payne 3

Último Vídeo

Img_normal

Max Payne 3 chega aos consoles somente em março, mas a Rockstar decidiu liberar novas informações sobre o aguardado game para que os fãs já comecem a se preparar para o lançamento do game. Em entrevista ao site Gamespot, o diretor de arte do título, Rob Nelson, explicou alguns detalhes da mecânica do título.

Segundo ele, um dos recursos inéditos é a possibilidade de fazer com que a mira fique sobre os ombros do personagem, o que permite uma maior precisão por conta do ajuste de zoom. Outro detalhe apresentado por ele foi sobre a inserção de um sistema de cobertura, o que vai ajudar o jogador em vários aspectos por funcionar de modo complementar aos elementos que já existiam na franquia.

Além disso, Nelson comentou sobre o chamado Last Man Standing, um elemento que deixa o Max muito mais mortal. De acordo com ele, se Max estiver “equipado” com um analgésico, sua resistência aumenta, seus movimentos mais efetivos — graças à câmera lenta — e ele só pode ser derrubado quando seus remédios acabam, pois eles permitem um pequeno extra de energia quando a barra chega ao seu nível mínimo.

Img_normal

O diretor explicou que o objetivo do estúdio é fazer com que as animações sejam muito mais realistas, com ênfase principalmente na física. Para ele, a ideia é fazer com que os movimentos de Max sejam totalmente plausíveis, mesmo nos momentos de mais ação. A ambientação também deverá ser levada em consideração, pois é preciso estar atento a tudo o que acontece ao seu redor.

Já em termos gráficos, Nelson explicou que Max Payne 3 usará o mesmo motor gráfico de Grand Theft Auto IV e Red Dead Redemption, recebendo apenas algumas melhorias para atualizar seu visual e outros elementos. Segundo ele, o resultado obtido traz um salto significativo em relação aos títulos anteriores, sobretudo em aspectos de impacto e combates.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.