Mas já? Diretor criativo de Watch Dogs fala sobre uma possível sequência

Mas já? Diretor criativo de Watch Dogs fala sobre uma possível sequência

Último Vídeo

Watch Dogs, game de ação em terceira pessoa da Ubisoft que coloca os jogadores no comando de um hacker na cidade de Chicago, fez bastante barulho antes, durante e depois de seu lançamento. Uma das principais críticas que o game recebeu foi o downgrade gráfico que revoltou os fãs e repercutiu por um longo tempo.

Mas o tempo passou e, menos de um ano depois de seu lançamento, já começam a aparecer notícias sobre uma provável sequência para o título. E, ao contrário do que alguns podem pensar, a fonte de alguns desses rumores é o próprio diretor criativo do game, Jonathan Morin.

Jonathan Morin, diretor criativo de Watch Dogs.

Morin conversou com o site britânico GamesTM e revelou algumas informações bastante preciosas sobre um provável Watch Dogs 2. Segundo aquele que ajudou a conceber a história de Aiden Pearce, “com uma sequência, há mais pressão para empurrar a marca para frente e agora temos que agradar os fãs de um jeito novo”.

De acordo com Morin, isso é diferente de criar um jogo totalmente do zero, situação em que não há tanta expectativa sobre como ele vai ser já que não há um antecessor para fazer comparações. Portanto, para surpreender, o diretor criativo disse que vai continuar a  arriscar.

Tem que haver riscos

“Eu não vou fazer esse trabalho se não houver risco, isso seria entediante. As pessoas deveria evitar deixar de tentar algo só porque é difícil ou se a solução não seja aparente”, acrescenta Morin. Um dos objetivos dele com uma sequência é deixar a narrativa livre para ser construída pelos jogadores, algo que aconteceu em Watch Dogs e agradou a todos os players.

Além disso, o diretor criativo reconhece que os resultados e a repercussão negativa do primeiro game: “Eu não acho que Watch Dogs seja perfeito de qualquer maneira e há muito espaço para melhorias. Mas você nem sempre vê isso quando entrega um jogo. Oferecemos o que nós acreditamos que a marca deveria ser no momento. Mas depois, quando você esfria a cabeça depois de cinco anos e meio [de desenvolvimento], tira suas férias e as pessoas jogam o game, alguns elementos se tornam mais claros”.

Contínua busca da perfeição

Para entender o quanto precisa melhorar e quais são as adições necessárias em uma provável sequência, Morin continua a visitar fóruns e ler análises sobre Watch Dogs, além de conversar pessoalmente com as pessoas. “Eu tenho quatro filhos e seus amigos nos dizem o que eles gostaram ou não no jogo”.

E o diretor criativo finaliza expressando seu sentimento em relação ao desenvolvimento de um game sob pressão: “A nova pressão é quase como um privilégio. Se você está fazendo um jogo sob pressão, então você está fazendo um jogo com o qual as pessoas se preocupam. E as pessoas se preocupam com Watch Dogs”.

.....

Quais são as suas apostas para um novo título dessa franquia da Ubisoft? Ou ainda: você concorda com uma sequência para a história de Aiden Pearce? Ou será que a companhia vai explorar outros personagens para uma continuação?

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.