Diretor de FF XV fala sobre processo de criação do estilo dos personagens

Diretor de FF XV fala sobre processo de criação do estilo dos personagens

Último Vídeo

Desde o início, os games da série Final Fantasy ficaram conhecidos pelo estilo visual bastante peculiar de seus personagens. Em alguns jogos da série, as roupas são mais estravagantes, futuristas e repletas de cores vibrantes (trajes que se vestíssemos nas ruas talvez ficássemos um tanto estranhos),  já em outros, os visuais pendem mais para um mundo medieval fantástico e rebuscado – principalmente nos primeiros títulos da série.

Seja como for, temos que admitir que muitos personagens de Final Fantasy possuem estilo, seja através das roupas, dos penteados ou das atitudes deles próprios. Com isso em mente, o diretor de Final Fantasy XV, Hajime Tabata, conversou com o site francês Le Fashion Post sobre o processo de criação do design dos personagens de Final Fantasy XV – e falou principalmente sobre o trabalho de de desenvolver roupas que sejam críveis aos olhos dos jogadores nos consoles da nova geração.

Noctis e seus companheiros sempre estilosos.

De acordo com Tabata, o processo de concepção visual dos personagens envolve bastante gente. Depois de o designer original desenhar as roupas, o formato do corpo e o estilo do indivíduo, o restante do time deve adaptar essas informações e criar novos padrões de imagem com base nas personalidades dessas figuras.

No mundo real, os estilistas seguem certos padrões, e o mesmo ocorre com os designers de personagens, já que eles devem projetar as roupas e se certificar de que elas se encaixem corretamente e harmonicamente. As texturas devem parecer reais, assim como todo o conjunto de costuras, peças e acessórios que são vestidos – sejam armas, como espadas, ou somente itens de estilo.

Criar os visuais é muito mais complexo do que você pode imaginar

Para termos noção, simulações reais são realizadas com as roupas dos personagens para certificação total de que as vestimentas se movimentam de modo verdadeiro, como é representado no jogo. Isso pode ser mais percebido especialmente em games da nova geração, já que esses detalhes visuais ficam muito mais explícitos. Tabata afirmou que existe um grupo de pessoas especializado e focado somente nos trajes dos protagonistas – e que eles analisam tudo de modo bastante técnico.

Visual de Final Fantasy XIII é bem mais colorido e vibrante.

“As roupas obviamente são muito importantes, porém também existem os tons de pele e os efeitos de maquiagem que devem ser feitos de um modo bastante real”, disse o diretor. Além disso, os penteados também precisam ser levados em consideração, sendo que todo o processo de criação é composto por inúmeros fatores pequenos que depois resultam no visual decisivo dos personagens.

De acordo com Tabata, está cada vez mais difícil produzir jogos sem consultar profissionais específicos que cuidem das aparências dos protagonistas, de modo que as vestimentas fiquem interessantes, chamem atenção do público e sejam ao mesmo tempo coerentes e harmônicas com o conceito do título proposto. E aí, o que você acha das roupas que vemos nos jogos de Final Fantasy? Os cosplays de plantão adoram se inspirar nos títulos da série de RPG.   

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.