Diretores de Watch Dogs esclarecem mais dúvidas dos fãs sobre o jogo
40
Compartilhamentos

Diretores de Watch Dogs esclarecem mais dúvidas dos fãs sobre o jogo

Último Vídeo

A data de lançamento de Watch Dogs vem se aproximando rapidamente e os fãs ficam cada vez mais ansiosos por informações concretas a respeito do aguardado título. Enquanto isso, os membros da equipe de desenvolvimento do jogo continuam sendo bombardeados por perguntas no Twitter, respondendo com novos dados a respeito dos gráficos, dos requisitos para a versão de PCs, as animações de movimentos, recursos do jogo e conteúdo sexual.

Segundo o diretor de animação Colin Graham, os meses adicionais gastos no desenvolvimento após o adiamento realmente fizeram diferença, afirmando que ficam feliz por ter tomado a decisão, “porque o game é muito divertido de jogar”. Veja a seguir algumas das informações reveladas por ele e pelo diretor criativo do título, Jonathan Morin, na rede social.

Sobre os gráficos

Reprodução/Gamespot

Morin afirmou que as imagens reveladas em um artigo publicado pelo Gamespot na última sexta-feira (4) foram tiradas em um kit de desenvolvimento para PS4. Curiosamente, no entanto, as screenshots (que você pode ver acima) revelam o layout de botões de um controle para Xbox. O DualShockers pediu que o diretor criativo esclarecesse a confusão, mas não houve resposta até o momento desta publicação.

Outra dúvida dos fãs a respeito dos gráficos do jogo envolviam os paralelepípedos que aparecem refletindo luz em um vídeo revelado em novembro do ano passado. Questionado se aquele efeito luminoso (visível na imagem abaixo) ainda estará presente na versão para PS4 do game, Morin respondeu com um risonho “sim”.

Reprodução/DualShockers

Um salto para cada obstáculo

Já sobre as mecânicas do jogo, Graham ressaltou que as animações de movimento do personagem principal, Aiden Pearce, irão variar na hora de fazer o parkour, se adaptando conforme o caminho escolhido pelos jogadores. “Você decide uma rota e a animação se adapta a ela. Isso definitivamente não é scriptados... Watch Dogs é um jogo de mundo aberto”, ressaltou.

Ele também mencionou que não haverá customização de veículo no game, afirmando que isso seria desnecessário uma vez que é possível melhorar suas habilidades como de direção e hacking. Além disso, o diretor de animação também esclareceu que os carros de polícia não vão ter funções diferenciadas dos outros automóveis – exceto pela sirene, que pode ser ativada pelos jogadores.

Reprodução/LGN

Sobre sexo e potência

Querendo saber sobre a intensidade e a natureza do tão comentado conteúdo sexual do título, um fã questionou se seria necessário abaixar o volume de sua TV na hora de jogar. A isso, Graham deu uma resposta bem-humorada, porém evasiva: “acho que isso depende de como é o lugar onde você vive... Mas os tiros barulhentos e explosões provavelmente vão incomodar mais”.

Os fãs ficaram abalados com as potentes especificações divulgadas como requisitos mínimos para a versão de PCs do jogo, perguntando sobre os motivos que levam o título a pedir tanto das suas máquinas. Morin afirmou não se sentir capaz de responder essa questão com precisão, já que não é um programador, mas que um dos prováveis motivos é que há muito coisa acontecendo ao mesmo tempo no jogo, o que exige muita capacidade de computação.

E aí, satisfeito com as respostas dos produtores? Watch Dogs deve chegar no dia 27 de maio ao PlayStation 3, PS4, Xbox 360, One e aos PCs.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.