Voxel

Dishonored foi idealizado para se passar no Japão medieval

Último Vídeo

Img_normal

A Game Developers Conference (GDC) deste ano está rolando na cidade de São Francisco (Estados Unidos) e as novidades sobre os games não param de aparecer. A última curiosidade que apareceu no evento foi que o game Dishonored foi primeiramente idealizado como sendo uma história que se passaria no Japão da era medieval.

Sebastien Mitton, da Arkane Studios, justificou a mudança na escolha do destino do protagonista afirmando que o pessoal do desenvolvimento não conhecia a cultura japonesa da época o suficiente para fazer um bom jogo. Como a desenvolvedora é europeia e os produtores estão muito mais familiarizados com a cultura desse continente, o título foi transportado para uma Londres que mistura elementos dos séculos 16, 17 e 20.

O desenvolvedor ainda revelou que a ideia dos guardas que patrulham nas alturas veio dos lavadores de janela do escritório da empresa. Para alcançar vidros mais altos, o pessoal da limpeza utilizava uma extensão bem parecida com a que os personagens usam.

E, para evitar que detalhes pudessem estragar a jogatina, Mitton instruiu os artistas do game a evitarem ao máximo o fotorrealismo. Ele queria que a arte utilizada fosse um dos elementos responsáveis por contar a história da trama, aplicando contexto e vida a cada no decorrer da experiência que os jogadores terão ao jogar.

Dishonored foi lançado em outubro do ano passado e recebeu uma enxurrada de críticas positivas mundo afora. Quem não teve o prazer de conferir esse ótimo game, pode clicar aqui e aproveitar para fazer isso agora!

Fonte: PCGamesN

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.