Dragon Age: Inquisition quase foi um jogo só multiplayer

Dragon Age: Inquisition quase foi um jogo só multiplayer

Último Vídeo

A Bioware está recebendo vários elogios por conta de Dragon Age: Inquisition, primeira incursão da franquia na nova geração, mas quem disse que a desenvolvedora estava segura do projeto ou tinha em mente todo o universo do título antes da produção começar?

Em entrevista ao site Games Industry, o produtor executivo do game, Mark Darrah, conta das dificuldades em conceber um novo game, especialmente quando isso também envolve uma nova engine — no caso, a Frostbite. Apesar de ser poderosa e apresentar muito potencial, ela não contava com elementos de RPG essenciais para a franquia, o que só aumentou o trabalho da Bioware.

Já imaginou Dragon Age sem combates em conjunto? Essa foi uma das dificuldades encaradas, mas tal elemento simplesmente não podia ser deixado de fora.

Metamorfose

Além desses obstáculos, o próprio Dragon Age: Inquisition quase não existiu. Darrah revela que o projeto começou sendo chamado de Blackfoot. Seria um game somente multiplayer e começou a ser pensado antes mesmo de Dragon Age 2.

O tempo passou e Blackfoot saiu do papel, mas sendo o "núcleo" de Inquisition, com tecnologias e questões do desenvolvimento sendo aproveitadas. O resultado? A trama e o desenvolvimento dos personagens foram elogiados na análise do game feita pelo BJ, que você confere clicando aqui.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.