Voxel
Seja o primeiro a compartilhar

Drivatar, de Forza 5, vai cometer os mesmos erros que você comete na pista

Último Vídeo
Img_normalFonte da imagem: Divulgação/Turn 10

Um dos grandes destaques de Forza 5, game de corrida exclusivo para Xbox One, é o Drivatar, um sistema de inteligência artificial (AI) que “aprende” como você pilota e cria um desafiante “humano” para competir contra outros jogadores quando você está offline — e vice-versa, obviamente.

O diretor criativo da Turn 10, Dan Greenawalt, revelou à Official Xbox Magazine (OXM) que o método tem um sistema antitrapaça e que será capaz de cometer os mesmos erros que jogadores humanos cometem ao pilotar.

Em conversa com a OXM, Greenawalt falou sobre o sistema de dificuldade do novo Forza. Ao que tudo indica, os Drivatars são organizados em sete níveis de desafio diferentes, cada um representado por uma categoria à escolha do jogador.

“Quando você muda a dificuldade, a corrida se altera fundamentalmente, e tudo isso foi treinado por uma pessoa real, e não programado por nós”, relata o diretor, ressaltando o fato de que a forma como o seu Drivatar vai pilotar é influenciada pelo jeito que você corre em Forza 5.

AI com resposta

Um dos detalhes levantados por Greenawalt foi a resposta da inteligência artificial a algumas ações de outros jogadores. Por exemplo, quando você fecha o carro guiado pela IA em uma curva, é natural que ele devolva a ação, reagindo da forma próxima à que um jogador humano reagiria.

“As pessoas cortam as curvas e o Drivatar aprendeu como, onde e quando fazer isso apropriadamente. Nós não o treinamos para correr em direção a você, pois normalmente o que ocorre é que eles [jogadores humanos] cortam a IA e pisam no freio, e então são atingidos”, relata.

“Então eles falam algo como ‘oh, essa IA me acertou!’ E nós respondemos que “ela captou o tempo de resposta de um humano e está dirigindo com física realista, então é claro que acertou você! Você foi à frente dela e a cortou!’”, conclui o diretor criativo.

Por fim, Dan Greenawalt ressalta o desejo da Turn 10 de que o jogador tenha consciência de que está enfrentando outro “piloto de verdade” e não uma máquina treinada para trapacear. Será que Forza 5 vai ser o primeiro game a acabar com aquelas pilotagens perfeitas e quase insuperáveis dos carros controlados pela máquina?

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.