Dublador de Claptrap afirma que CEO da Gearbox o agrediu durante a GDC 2017

Dublador de Claptrap afirma que CEO da Gearbox o agrediu durante a GDC 2017

Último Vídeo

Na última segunda-feira (6), noticiamos que o dublador responsável por dar voz a Claptrap na franquia Borderlands, David Eddings, não retornaria ao terceiro jogo numerado porque a Gearbox não estava disposto a pagá-lo. Aparentemente, esse não é o único motivo para essa separação nada amigável, que tem capítulos que envolvem agressão física.

Claptrap

Após Eddings afirmar que a empresa se recusou a pagá-lo, a Gearbox emitiu um comunicado em que disse ter investido as “taxas padrões” e que, dessa vez, não conseguiu entrar em acordo com o ator. Pouco depois, o CEO da empresa, Randy Pitchford, afirmou que o ator está “amargo e descontente” e que ele não gostaria que o trabalho fosse feito por alguém que não está motivado para isso.

Agressões e perseguição

Em resposta, Eddings afirmou que estava em paz com sua saída da Gearbox, mas que se sentiu obrigado a se pronunciar quando seu antigo chefe falou sobre o quanto ele era “bem recompensado” e como era “generoso”. “Eu tinha muitos sentimentos mistos quando me pediram para reprisar o papel de Claptrap no fim do ano passado e eventualmente percebi que estava disposto a colocar diferenças de lado e fazer algo legal para os fãs de Borderlands com meus amigos na Gearbox”, afirmou.

“Eu acabei oferecendo fazer isso ‘de graça’ em troca dos royalties passados que me eram devidos, além de um pedido de desculpas sobre algo que eu nunca revelei publicamente até agora: Randy me agrediu fisicamente no lobby do Marriot Marquis na GDC 2017”, continou. “Pessoalmente, penso que Randy está com tilt nos últimos anos. Ele não é a vítima que afirma ser. Eu até o bloqueei há alguns anos por me perseguir em mídias sociais. Já é suficiente”.

Eddings também afirmou que Pitchford desviou US$ 12 milhões que a 2K Games reservou para pagar royalties de funcionários e que a Gearbox costuma pagar salários menores com a promessa de que desenvolvedores vão ser recompensados com royalties futuros. Em um comunicado enviado à PC Gamer, a desenvolvedora afirmou que não vai comentar o assunto por envolver acusações pessoais e que aprecia as contribuições do ator à série e que deixa as portas abertas para colaborações futuras.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários