Voxel

Duncan Jones comenta sobre filmes e jogos

Último Vídeo

Img_normal

No fim do mês passado, Duncan Jones — diretor dos filmes Moon e Source Code — fez alguns relatos interessantes ao site Badass Digest sobre longas-metragens e jogos eletrônicos, incluindo o filme baseado no universo da franquia Warcraft. Para quem não sabe, Jones (filho do artista David Bowie) gosta bastante de video games e se considera um jogador hardcore.

“Eu sou muito cínico quanto ao número de diretores que se consideram gamers de verdade. Quando você conhece vários deles pessoalmente, eles não são realmente jogadores. Eu sou um gamer de verdade e acredito que há poucos gamers de verdade envolvidos na direção de cinema apenas porque você precisa gastar muito tempo fazendo filmes e não tem tempo para ser um gamer hardcore. Eu sou apenas um pouco insano e passo a noite jogando games. Durante o dia eu trabalho e durante a noite eu jogo games.”

Levando em consideração a baixa repercussão — em comparação com outros tipos de adaptações — das adaptações de video games em longas-metragens, o pessoal do Badass Digest perguntou a Jones se o diretor estava sem esperanças quanto à ligação entre games e filmes ou se ainda há uma chance dessa “parceria” ter sucesso.

Img_normal

“Eu acho que nós estamos esperando pelo projeto certo. Eu realmente acredito que isso pode dar certo. Eu definitivamente acho que há um aspecto intangível na interatividade dos video games que um filme nunca conseguirá capturar. Mas não é isso o que uma adaptação de jogo precisa ser. Uma boa adaptação de game é aquela na qual você encontra a história ou o aspecto emocional que está no coração de um jogo e isso é replicado no filme por você.”

“Isso não significa que você precisa ter uma perspectiva em primeira pessoa ou deva tentar capturar as mecânicas de um game. Se você fizer um filme sobre um game, ele deve fazer com que a audiência se importe com o que está acontecendo. Há certos jogos que funcionarão, e há outros games que não darão certo.”

“Eu estou com bastante inveja de Sam Raimi. Eu realmente acredito que World of Warcraft poderia ser o surgimento de jogos de computador como bons filmes. E do pouco que eu li a respeito das entrevistas com Raimi eu digo que a forma com que ele está abortando o tema faz bastante sentido. É o que eu estava falando — não se preocupar com o desenrolar do jogo, mas sim com a criação de um mundo sobre o game e atrair a audiência para aquele mundo.”

Img_normal

Jones tem um PC, um PlayStation 3 e um Nintendo Wii, mas não esconde sua preferência pelos produtos da Blizzard Entertainment:

“Eu adoro tudo que a Blizzard está fazendo. Mal posso esperar por Diablo 3. Eu joguei StarCraft 2. Além disso, eu estive jogando bastante Call of Duty: Black Ops nos últimos tempos. Eu estava envolvido com um clã da Grã-Bretanha em Call of Duty.”

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.