Voxel

EA: Jeff Brown rebate as acusações de Eric Hirshberg

Último Vídeo

Img_normal

A troca de farpas entre o presidente da Electronic Arts, John Riccitielo, e o presidente da Activision, Eric Hirshberg, parece ter iniciado uma daquelas ocasiões de “ação e reação” que todo mundo sabe quando começa, mas ninguém imagina quando pode terminar. Desta vez, quem soltou o petardo foi o responsável pelas comunicações corporativas da EA, Jeff Brown, em resposta à acusação de “ataques maldosos” por parte de Hirshberg.

Confira abaixo o trecho da entrevista concedida ao site IndustryGamers:

“Bem-vindo às grandes ligas, Eric. Eu sei que você é novo nesse trabalho, mas alguém deveria ter dito a você que se trata de uma indústria competitiva. Você tem todas as razões para estar nervoso. Durante o último ano a Activision dominava 90% do mercado de jogos de tiro. Neste ano, Battlefield 3 vai derrubá-los para 60 ou 70%. Nesse ritmo, vocês estarão fora da categoria em dois ou 3 anos. Se você não acredita em mim, vá a um varejista e compre uma cópia de Guitar Hero ou Tony Hawk.”

Img_normalA novela teve seu início quando Riccitielo declarou ao site IndustryGamers que “gostaria de ver a série Call of Duty apodrecer desde a raiz”. A postura foi considerada ofensiva pelo presidente da Activision. Embora saúde a competição como algo saudável e que “melhora os jogos”, Hirshberg afirmou que desejar que o concorrente falhe miseravelmente é algo bem diferente.

De acordo com Hirshberg, a competição na indústria é boa para que os dois lados se esforcem ao máximo para chegar ao melhor resultado possível. Contudo, uma coisa seria ter um jogo bem-sucedido, enquanto “desejar que o concorrente falhe miseravelmente” é outra bem diferente. Fique ligado no BJ para mais episódios da novela Activision vs. Electronic Arts.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.