Voxel
01
Compartilhamento

Edição de julho da Edge revela mais detalhes sobre The Witcher 3: Wild Hunt

Último Vídeo

Fonte da imagem: Reprodução/NeoGAF
Embora a edição de julho da revista Edge ainda não esteja disponível nas bancas, isso não impediu que um usuário do fórum NeoGAF de obtê-la. Exibindo o jogo The Witcher 3: Wild Hunt em sua capa, a publicação revela o que podemos esperar da nova aventura estrelada por Geralt de Rivia.

Entre as novidades apresentadas pelo jogo está a ausência de qualquer sistema de tutoriais, mecânica que vai ser substituída pela apresentação gradual de novas mecânicas. Além disso, agora o personagem principal vai poder se desviar de forma diferenciada dos ataques usando movimentos que lembram as “piruetas” que ele faz nos livros.

Geralt também conta com um sistema de posturas de combate que podem ser alteradas livremente durante as batalhas e com o chamado “Witcher Sense”, ferramenta similar ao modo detetive de Batman: Arkham Asylum. Essa habilidade pode ser usada tanto para encontrar o ponto fraco de monstros quanto para ajudar a solucionar alguns dos mistérios que surgem durante a história.

50 horas de aventura

Apesar de as batalhas continuarem sendo o ponto central de The Witcher 3, agora o jogador terá a opção de matar bandidos ou poupar a vida deles. Além disso, a CD Projekt RED decidiu eliminar completamente a existência de missões que exigiam a coleta ou a entrega de itens — algo que deve ajudar a dar uma maior agilidade ao desenvolvimento da trama.

Para finalizar, o estúdio afirmou que o game deve exigir pelo menos 50 horas de jogo para ser completado e que o sistema de consequências dos títulos anteriores também vai desempenhar um papel importante na nova história. Atualmente, o time de desenvolvedores trabalha em formas de fazer com que o jogo rode a uma taxa de 30 quadros por segundo constantes nos consoles.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.