Voxel

Editoras queriam homem como protagonista de Remember Me

Último Vídeo

Fonte: Reprodução/3GODKings

Bem se sabe que, pelo menos por enquanto, a maioria dos jogadores é masculina. Esse fato significou, de acordo com Jean-Max Morris, diretor criativo de Remember Me, um belo entrave na época em que a Dontnod Entertainment, desenvolvedora do jogo que leva uma bela mulher como protagonista, se lançou às águas das publicadoras e editoras.

Sem citar nomes, e em entrevista ao portal Penny Arcade, Morris revelou um pensamento contundente e, no mínimo, ultrapassado que – ainda – permeia o mercado das grandes publicadoras: os personagens principais devem ser masculinos. “O fato de nosso público-alvo ter entre 15 e 25 anos e ser masculino não é desculpa. Acreditamos que todos são suficientemente inteligentes para se identificarem com um ou outro aspecto do personagem”, afirmou o diretor criativo de Remember Me.

Ainda nas palavras de Morris, se a produtora do game tivesse voltado seus olhos logo em um primeiro momento às perspectivas empresariais, certamente Nilin, protagonista do jogo, não existiria. “A consistência dele [jogo] teria sido ameaçada”, pontuou o diretor. A questão do gênero da personagem, contudo, perturbou algumas gigantes do entretenimento eletrônico – algumas delas, inclusive, se recusaram a abraçar a empreitada.


Uma dessas publicadoras, segundo Morris, chegou a praticamente dizer que o machismo, além de imperar no mundo fora das telas dos vídeo games, possui ramificações também no meio virtual. “Bom, nós não vamos publicá-lo porque ele não vai fazer sucesso. Você não pode ter um personagem feminino nos jogos. Deve ser um masculino. Simples assim”, revelou Morris ao replicar uma das respostas ouvidas durante as tentativas de angariar publicadoras e editoras.

A orientação sexual entra em crise durante a jogatina?

Sim. Experiências profundas e uma verdadeira atividade de imersão são provocadas por jogos como Tomb RaiderMetroid e Remember Me, por exemplo. Mas a jogatina seria capaz de colocar a orientação sexual dos jogadores em xeque? Para Morris, não. “Você precisa interagir com o jogo em um nível profundo, mas isso não significa que a sua orientação sexual vai ser questionada”, pontua o diretor.

No entanto, ainda como observa o porta-voz da Dontnod Entertainment, algumas publicadoras chegaram a idealizar o seguinte questionamento: “Certas pessoas nos disseram isto: você não pode fazer um cara como o jogador beijar outro cara no jogo. Ele vai se sentir ‘estranho’”. Remember Me é um jogo publicado pela Capcom que, em momento algum, questionou a “idoneidade” de Nilin. O game está disponível para o PC, PS3 e Xbox 360.

Fonte: Penny Arcade

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.