Voxel

Eiji Aonuma diz que Zelda de Wii U “não será tradicional”

Último Vídeo

Img_normal

“Em time que está ganhando não se mexe”, já diz o ditado. Se Zelda se enquadra nessa categoria ou não, difícil dizer, pois a franquia sempre está em alta por ser muito querida pela comunidade. O fato é que o Zelda de Wii U, próximo game da franquia a um console doméstico da Nintendo, deve ser um pouquinho diferente daquilo que vimos até agora nos games anteriores da série. Quem sugere isso é o próprio Eiji Aonuma, responsável pelos jogos da franquia e pelo vindouro game para Wii U.

Em entrevista ao site 4Gamer, o criador disse que o próximo Zelda “não precisa ser tradicional como os jogos anteriores da série” e que “a equipe quer tentar coisas novas”, iniciativa que já entrou em prática com The Legend of Zelda: A Link Between Worlds, segundo Aonuma. O game para o 3DS permite que os usuários encarem as dungeons em qualquer ordem.

O criador falou um pouco sobre o desenvolvimento do Zelda para Wii U. “Está indo bem! Estamos incorporando recursos em HD que tentamos em Wind Waker e vice-versa. Como Wind Waker é um remake, ficamos limitados com relação ao que pudemos fazer com o Gamepad do Wii U; no entanto, para o novo título, existirão diversas maneiras de utilizar o controle”, afirmou.

Img_normal

Cansado de fazer Zelda? Nunca: é hora de inovar

Perguntado pelo veículo nipônico se está “cansado” de fazer jogos The Legend of Zelda, Aonuma foi enfático e disse exatamente o contrário. “Quando digo que estou cansado, não estou falando sobre fazer Zelda, mas sim das mesmas constituintes que foram usadas até agora. Em outras palavras, na maneira como fizemos as coisas tradicionalmente até o momento. ‘Por que tem que ser tradicional?’, é a questão que tenho me perguntado”, ponderou.

Em seguida, o produtor sinalizou possíveis mudanças. “Se não mudarmos isso, não podemos fazer algo novo. Estamos sutilmente nos aproximando de The Legend of Zelda: A Link Between Worlds com esse pensamento, e também do próximo título Zelda para Wii U. Isso traz à tona o tópico: ‘Do que exatamente se trata The Legend of Zelda?’. Então, de forma alguma estou cansado disso”, reiterou Aonuma.

É, parece que o Zelda do Wii U será bem diferente daquilo que conhecemos até agora.

E você, acha que a série precisa de mudanças radicais ou deve se ater à fórmula tradicional?

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.