Eliminação dos EUA da Copa 2018 não deve afetar as vendas de FIFA
60
Compartilhamentos

Eliminação dos EUA da Copa 2018 não deve afetar as vendas de FIFA

Último Vídeo

Pela primeira vez desde 1986, a equipe de futebol norte-americana foi eliminada na fase de qualificação para a Copa do Mundo. No entanto, a Electronic Arts não acredita que isso possa ter algum impacto sobre as vendas da franquia FIFA no próximo ano — que, tradicionalmente, sempre ganha uma edição especial baseada no evento.

O CEO Andrew Wilson reconheceu em uma reunião com acionistas que a franquia pode ter algum impacto, mas ele deve ser pequeno. Segundo ele, como o futebol é um esporte popular ao redor de todo o mundo, a ausência da seleção dos Estados Unidos não é um fator de peso para as vendas da edição especial do jogo.

"não vemos pessoas parando de assistir a uma Copa do Mundo só porque seu time não está lá"

“A Copa do Mundo é o maior evento esportivo do mundo e é seguido por pessoas de todo o mundo que amam o futebol”, afirmou Wilson. “Há um aumento do aproveitamento quando seu time nacional está participando? Sem dúvida. Mas não vemos pessoas parando de assistir a uma Copa do Mundo só porque seu time não está lá. Quando pensamos nos EUA como um todo, somos um país muito multicultural”.

“Os times mais jogados são da Espanha e do Reino Unido, e os jogadores mais jogados também não são americanos. Então não esperem um grande impacto”, completou o CEO. Tendo como palco a Rússia, a Copa do Mundo de 2018 acontecerá entre junho e julho do próximo ano — e tudo indica que a série FIFA receberá uma edição especial do evento logo antes de seu início.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.