Voxel

Em Kingdoms of Amalur: Reckoning, jogador pode adiar escolha de classe

Último Vídeo

Em um RPG, é muito comum você criar um personagem e escolher que classe (ou profissão) ele vai seguir logo de início: arqueiro, mercenário, cavaleiro, mago, entre outras – e mais comum ainda é se arrepender por ter tomado a decisão errada. Nesse quesito, Kingdoms of Amalur: Reckoning quer inovar e deixar essa escolha para quando o jogador achar melhor.

A estratégia é parte do sistema “Destiny”, introduzido no título da Big Huge Games. Inspirado em RPGs orientais, o método faz com que o jogador distribua pontos de habilidade do personagem de acordo com escolhas feitas durante a aventura.

São três diferentes setores: força, magia e delicadeza. Para cada uma dessas pré-classes, há várias alternativas que podem ser escolhidas – você pode ter um mago que também é bom com a espada, por exemplo. Desse modo, você desenvolve o personagem e só depois decide que caminho seguir.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.