Voxel

As emoções do EVO 2014 e o controle que desafiou os deuses

Último Vídeo

O EVO é palco de enormes emoções. Estrelando pelo menos quatro das nossas sete viradas mais emocionantes dos video games, o maior torneio de games de luta do mundo nunca decepciona em trazer momentos inesquecíveis – e a edição deste ano não foi uma exceção. Entre os gritos da plateia e a tensão dos jogadores, encontramos um campeão com um controle tão comum como nossos tropeços na hora de celebrar uma vitória suada. O melhor é que tivemos estes dois momentos no evento.

Vindo diretamente da França, Luffy sempre conquistou posições de destaque em torneios de Ultra Street Fighter IV na Europa – mas, entre os famosos “deuses japoneses” dos jogos de lutas e outros favoritos do EVO, seriam muitos desafios até que ele conseguisse chegar entre os oito primeiros. Mas quem disse que isso o impediu de chegar ao topo?

Shoryuken

Com muita concentração e poucas palavras, Luffy conseguiu passar por todos e chegar ao primeiro lugar com um simples controle de PlayStation. Aquele mesmo que você provavelmente tinha: cinza e leve, hoje com os símbolos quase desbotados. Com a ajuda de um adaptador para o Xbox 360, este joystick comum era conectado ao lado de grandes marcas como Madcatz e usado para enfrentar as maiores lendas das lutas virtuais – e o mais surpreendente: vencendo-as com uma Rose calculista e impecável.

Desde que a série Street Fighter IV foi lançada, apenas os asiáticos conquistaram os títulos da franquia no EVO. Três campeonatos para o Japão, um para a Coréia do Sul e outro para a Singapura, até que, finalmente, a hegemonia foi quebrada. O olho puxado até que continuou, mas a taça dessa vez foi para a Europa.

Uma virada e um tropeço

Seria injustiça esquecer os outros sete títulos que estiveram presentes nos palcos do EVO. Ultimate Marvel vs. Capcom 3, como sempre, arrancou muitos aplausos, e Justin Wong fez algo inacreditável para chegar até as finais do torneio.

Enfrentando uma Phoenix renascida e um Doctor Doom na partida decisiva pela classificação, Wong virou uma situação quase perdida contra Filipino Champ em questão de dois segundos, deixando todos de boca aberta e se surpresos pelo que realmente aconteceu.

Você confere toda a partida acima, enquanto que a jogada inacreditável de Justin Wong está depois dos 12 minutos. Mais um momento para entrar na lista de viradas do EVO?

Justin Wong ainda brilhou na decisão final, vencendo o campeonato de Marvel e até tropeçando na hora de comemorar o título. Poderíamos dizer que ele rolou também de alegria, pois desde o fim de Marvel vs. Capcom 2 em 2010 ele não conseguiu obter um título da franquia.

Kotaku

O EVO reservou muita “hype” para os outros jogos. Super Smash Bros. Melee garantiu uma final digna de aplausos e emoções, assim como a decisão de BlazBlue: Chrono Phantasma teve direito a uma reviravolta incrível por parte do campeão, Garireo. Emoções também decolaram na premiação de Killer Instinct, quando CDJr chorou em pleno palco pelo seu título.

O EVO pode ter acabado neste ano, mas Las Vegas nos espera em 2015 – seja visitando ao vivo o “santuário” das lutas virtuais ou acompanhando aqui no BJ.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.