Empresa de marketing de Shadow of Mordor usa táticas sujas para divulgações

Empresa de marketing de Shadow of Mordor usa táticas sujas para divulgações

Último Vídeo

Apesar de o sol brilhar no lançamento do mais novo game passado na Terra-média criada por Tolkien, parece que as sombras de Mordor são ainda mais escuras do que imaginávamos. Aparentemente, a empresa responsável por cuidar do marketing the Middle-earth: Shadow of Mordor anda usando técnicas pouco louváveis na divulgação de games.

Segundo Jim Sterling, do site The Escapist, a Plaid Social, contratada pela Warner, tem colocado várias condições não muito éticas para quem quiser analisar antecipadamente alguns dos jogos em seu poder, praticamente fazendo um review "patrocinado", por debaixo dos panos. O youtuber britânico TotalBiscuit, famoso por não ter papas na língua, foi uma das pessoas que trouxe à tona as práticas da companhia de marketing.

Ele se recusou a assinar um contrato que, entre outras coisas, exigiam a transmissão ao vivo de uma sessão de jogatina do título, um vídeo no YouTube e postagens no Facebook e Twitter. Tudo isso feito com um viés positivo em relação ao game, como se uma campanha para literalmente "persuadir os espectadores a comprar o jogo", diz Sterling. Além disso, era preciso que a empresa aprovasse todo o conteúdo antes que ele fosse publicado. 

Em tempos de #gamergate e com empresas como Twitch inserindo ferramentas para que as parcerias entre as companhias da indústria e os analistas da web fiquem às claras para o público, a notícia das estratégias empregadas pela Plaid Social chega como um retrocesso para o profissionalismo no mundo dos games.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.