Voxel

Empresas precisam se adaptar para sobreviver mudança de geração, afirma CEO da Take-Two

Último Vídeo


Com a chegada do Wii U e os crescentes rumores sobre a nova geração de sistemas da Sony e Microsoft, todos querem saber como as três grandes fabricantes vão se sair na nova guerra de consoles. No entanto, o que poucos lembram é que, no meio dessa briga, os demais estúdios também precisam se adaptar para sobreviver.

Durante uma conferência realizada nos Estados Unidos, o diretor executivo da Take-Two, Strauss Zelnick, afirmou que as distribuidoras também precisam estar preparadas para o futuro caso queiram permanecer no mercado nesse período de transição no qual vivemos. Segundo ele, isso é fundamental para evitar uma inevitável falência.

O CEO explica que isso já é um fenômeno histórico e que todo momento de mudança traz também a queda de uma ou duas produtoras que não conseguiram se adaptar aos novos negócios — como foi o caso da Midway. Para Zelnick, é preciso ter quatro elementos-chave para sobreviver: grandes propriedades intelectuais (franquias, no caso), força, tecnologia e uma grande e estável base financeira — motivos pelos quais ele nega que a Take-Two tenha com o que se preocupar.

Em contrapartida, as palavras do diretor-executivo parecem ter sido destinadas a outro estúdio: a THQ. Depois dos projetos cancelados e demais notícias relacionadas à empresa, os rumores de que ela estaria passando por dificuldades começaram a surgir — fazendo com que a criadora de Saints Row e Darksiders seja uma dos fortes candidatas a não aguentar a turbulência desse período de transição.

Fonte: Gamespot

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.