Encantada com o sucesso de Diablo, LucasArts tentou copiá-lo

Encantada com o sucesso de Diablo, LucasArts tentou copiá-lo

Último Vídeo

Antes de ser encerrada e vendida para a Disney, a LucasArts não andava muito bem das pernas. Muitos acusavam a empresa de sobreviver apenas de produtos licenciados e produzir jogos de qualidade duvidosa – que, cá entre nós, não é de todo mentira.

Entretanto, nos anos 90 a empresa viveu sua era de ouro, repleta de games de aventura e títulos que não se baseavam apenas nos filmes de Star Wars. Algumas apostas ousadas renderam clássicos cults, tais como o shooter western Outlaws e o simulador de paraíso/inferno Afterlife.

Todavia, em 1997 a LucasArts começou a dar sinais de que poderia trilhar o lado negro da força. Vendo o sucesso de Diablo da Blizzard, a companhia decidiu criar algo que competisse diretamente no mesmo seguimento. Justice Unlimited deveria ser “Diablo, porém com heróis”, informa John Stafford, designer que trabalhou na empresa de George Lucas.

Durante 1997 e 98, uma pequena equipe de desenvolvimento se focou na criação de algumas artes conceituais e na criação da história para o jogo. Entretanto, o projeto não prosseguiu e foi engavetado. Abaixo, você confere uma galeria com algumas das imagens do que seria uma possível cópia do game da Blizzard.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.