Engine Source 2 e realidade virtual são as mais novas armas da Valve

Engine Source 2 e realidade virtual são as mais novas armas da Valve

Último Vídeo

A fabricante e desenvolvedora Valve anunciou uma série de novidades durante a GDC 2015 e, entre todos os hardwares (Steam Link, Steam Controller e Steam Machines), dois lançamentos virtuais também se destacam.

O primeiro é a engine Source 2, sucessora da Source. Esse motor de jogo foi usado em clássicos como Counter-Strike: Source e Half-Life 2, além de Left 4 Dead, The Stanley Parable e até Titanfall. Será que é sonhar demais falar que esse pode ser o "esqueleto" de um futuro Half-Life 3?

A engine será disponibilizada de graça para desenvolvedores interessados. Ainda assim, o foco, segundo a empresa, é "aumentar a produtividade de quem usa a plataforma". A Source 2 permitirá também que quem não é profissional da área de criação faça algumas contribuições em seus títulos favoritos. Por enquanto, não há uma data precisa de lançamento.

Uma versão especial da Source 2 compatível com a API Vulkan (antes conhecida como Next Generation OpenGL) também será lançada. Essa API é cross-platform e suporta gráficos 3D, permitindo que hardwares tenham o máximo de suas potências extraídas para a criação de jogos.

Esclarecendo a Lighthouse

A Valve aproveitou ainda para revelar novidades sobre as duas tecnologias da empresa para realidade virtual. A primeira se chama Lighthouse, um sistema de reconhecimento de espaço e movimento capaz de rastrear você e o que está ao seu redor. Assim como a Source 2, ela será disponibilizada de graça para desenvolvedores interessados.

Isso aumenta a precisão dos óculos de realidade virtual — mas também podem servir para TVs, monitores, dispositivos mobile e outros headsets. O rastreamento é em alta resolução e feito em alta velocidade, mas sem consumir tanta memória ou energia. Ao integrar toque e movimento, a Valve considera a Lighthouse a "outra peça de um quebra-cabeça" ao lado do Steam Controller.

O óculos da HTC em parceria com a Valve.

A Lighthouse trabalha em conjunto com um novo sistema de input de realidade virtual da Valve. Ele é o que faz rodar o HTC Re VIVE, headset da companhia anunciado na MWC 2015. Novas fabricantes parceiras podem anunciar em breve outros óculos baseados nessa plataforma.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.