Equipe brasileira de CS:GO conquista 2º lugar em mundial

Equipe brasileira de CS:GO conquista 2º lugar em mundial

Último Vídeo

Se existe uma coisa que os fãs de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) não podem reclamar é de supremacia dos mesmos times em campeonatos. O PGL Major 2017, realizado na Polônia entre os dias 21 e 23 de julho, foi cheio de surpresas boas e ruins.

Após a eliminação precoce da SK Gaming, a Immortals assumiu o papel de representar o país e reafirmou a ótima fase das equipes brasileiras ao conquistar o vice-campeonato, com o direito de desbancar os donos da casa.

Até o começo do torneio, a Immortals era a 13ª no ranking mundial de CS:GO, realizado pela HLTV.org, e estava longe de ser uma das favoritas. Após ficar a uma derrota de ser eliminada ainda na fase de grupos e vencer facilmente da BIG por 2-1 nas quartas, os brasileiros tinham uma pedreira na semifinal. O adversário era o Virtus.pro, time da casa e um dos favoritos ao título. Contra a torcida e em duas partidas cheias de provocações, a equipe de HEN1 e Lucas1 saiu com 2-0 na série e a classificação para a final do campeonato.

Não faltou emoção na decisão do torneio. A IMT venceu a primeira partida da série contra a Gambit por 16-4, na Cobblestone. Em seguida, os britânicos ganharam na Train por 16-11 e empataram a série. A decisão seria na Inferno. Mesmo com uma ótima atuação de HEN1 e kNg, os brasileiros perderam rounds fundamentais do lado CT e saíram com a derrota (16-10). O MVP do torneio foi o campeão AdreN.

A queda dos gigantes

Ninguém esperava um desempenho tão ruim da FaZe Clan, que até então era a segunda no ranking mundial de CS:GO. Ao perder as três primeiras partidas para times menos expressivos, como Mousesports e FlipSid3, os norte-americanos não conseguiram avançar na competição.

Com a eliminação de um dos maiores concorrentes ao título, o favoritismo do torneio ficou nas mãos da SK, que havia conquistado os últimos três torneios de que participou, e da Astralis, última campeã de um torneio major. Infelizmente para os fãs, os times se encontraram ainda nas quartas de final. Muitos consideravam a série como uma final antecipada e que o campeão sairia daquela disputa. Dessa vez, os brasileiros levaram a pior e perderam o confronto por 2-0.

Na semifinal, outra surpresa. Com a liderança de AdreN, a Gambit – que é mais conhecida pela equipe de League of Legends – venceu o confronto com a favorita Astralis por 2-1 e se classificou para a grande final, onde se consagraria como a campeã do segundo campeonato major de 2017.

Além do título de campeã mundial, a Gambit recebeu US$ 500 mil de premiação. A Immortals conquistou US$ 150 mil. Astralis e Virtus.pro levaram US$ 70 mil para casa. Os outros times ganharam recompensas de US$ 35 mil e US$ 8.750, de acordo com a colocação no torneio.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.