Voxel

Escolha do personagem, foco na história e mais informações sobre o Resistance do Vita

Último Vídeo


Recentemente, Frank Simon, da Sony Computer Entertainment of America, comentou sobre a razão que levou a equipe a escolher um bombeiro como herói de Resistance: Burning Skies, o exclusivo para PlayStation Vita. Segundo Simon, o jogo precisava de alguém que estivesse disposto a “entrar em um prédio em chamas”. Simon, ao lado de Robert Huebner, também comentou sobre vários outros aspectos, como você confere abaixo.

Em entrevista ao site IGN, Simon e Huebner declararam que a intenção do jogo é fornecer uma perspectiva diferente dos eventos que estão acontecendo e não mostrar somente “como a guerra foi ganha”. A ideia é captar a atmosfera da década de 1950 e ainda fazer com que o jogador foque em sua família e em sua própria pele.

Por fim, Huebner comenta que a equipe já está considerando o retorno de várias armas das demais versões em Burning Skies. Além disso, o membro da Nihilistic promete uma história mais profunda e uma jogabilidade que não deve decepcionar quem já desfrutou do game no PlayStation 3. Resistance:

Falando em versões anteriores, John Garvin, da Sony Bend, comentou que o time estava pensando em fazer uma sequência de Resistance: Retribution, o jogo da série lançado para PSP. Também entrevistado pela IGN, Garvin, que agora cuida de Uncharted: Golden Abyss, afirmou que passou seis semanas no projeto da sequência e tinha até uma demo do jogo, mas a ideia “nunca saiu do chão”. Resistance: Burning Skies chega às lojas em 2012.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.