Voxel
04
Compartilhamentos

Especial de Dia das Mães: listamos as 11 mães mais marcantes dos videogames

Último Vídeo

O Dia das Mães está chegando e é uma data importante no meio do ano, mas poucas vezes celebramos e relembramos a presença materna no mundo dos video games. Fizemos essa listinha para selecionar as mais fortes, marcantes e incríveis do universo gamer.

Com o andar da pesquisa para selecionar essas figuronas, nos deparamos com algo que não falta no Dia dos Pais: material para fechar a lista. Realmente, a indústria não cria figuras maternas tão fortes ou tão presentes quanto às dos pais. Fica aí a reflexão. Vamos para a lista:

1 – Eva (Devil May Cry)

Dante é um dos personagens mais marcantes do universo gamer, mas sua origem e até mesmo motivações no primeiro jogo da série estão diretamente ligadas à sua mãe. Eva era uma humana e se apaixonou pelo demônio Sparda. Além de ter trazido um demônio para o lado dos humanos, ela criou Dante e Vergil com muito amor e até mesmo se sacrificou para salvar a vida dos filhos.

Devil

2 – Abigail Marston (Red Dead Redemption)

Apesar de conhecermos Abigail Marston como a esposa de John Marston de Red Dead Redemption, ela já foi parte (ou pelo menos esteve presente com os membros) da gangue Van der Linde e teve uma vida conturbada. Quando John e Abigail têm um filho, ambos se afastam para tentar uma vida tranquila, mas sabemos que isso não dá muito certo.

A

3 – Reyna Diaz (Gears of War 4)

Sem a menor sombra de dúvidas, uma das mães mais porradeiras dessa lista. O nome pode não soar familiar, já que ela é relativamente nova na história dos games. Reyna é a mãe de Kait, personagem de Gears of War 4. Além de ser uma guerreira exímia, sabemos que ela preza muito por sua filha e faz de tudo por ela (para evitar spoilers, não vamos entrar em detalhes).

A

4 – General Sonya Blade (Mortal Kombat X)

Uma das personagens mais marcantes da franquia e uma das lutadoras mais poderosas do plano terreno. Depois dos eventos de Mortal Kombat 9, vemos Sonya mais velha e com uma filha, Cassie Cage. Apesar de ser uma mulher que se foca bastante na carreira e no trabalho, Sonya se importa muito com sua filha, apesar de ter uma postura bem “bruta” com Cassie, como vemos nos eventos de Mortal Kombat X.

Sonya

5 – Sophitia (Soul Calibur)

A história de Soul Calibur pode ser bem complexa, já que temos muitos personagens e linhas temporais. Sophitia tem dois filhos, Patroklos e Pyrrha, e sua filha tem o espírito aprisionado na Soul Edge, espada lendária da trama, forçando Sophitia passar a eternidade defendendo a arma para garantir a segurança de Pyrrha.

S

6 – Annette Birkin (Resident Evil 2)

Jogos de terror não têm uma reputação muito boa quando o assunto são as mães e Resident Evil 2 se inclui nessa. Durante todo o game, Sherry Birkin vaga por Raccoon City sozinha e sem proteção contra as criaturas do G-Vírus, mostrando que Annette Birkin não era exatamente uma mãe afetiva. Porém, antes de morrer por um golpe de seu marido transformado, William Birkin, Annette dá instruções para Claire criar uma cura para sua filha e pede para que a protagonista transmita uma mensagem de desculpa pelos anos de ausência maternal.

Annette

7 – Eva (Big Mamma) – Metal Gear Solid 4

Eva não é exatamente a figura maternal que você espera aqui na seleção, pois seu papel como mãe é muito mais biológico do que de criação. Também alcunhada de Big Mamma, ela foi a responsável por dar à luz aos clones de Naked Snake: Liquid e Solid, ambos personagens centrais nas tramas de Metal Gear Solid.

Eva

Eva

8 – The Boss (Metal Gear Solid 3)

The Boss (cujo nome verdadeiro nunca foi revelado) foi uma figura maternal tanto no sentido biológico quanto de criação. Conhecida também pela “Mãe das Forças Especiais”, a soldada teve uma relação de mãe com muitos personagens da série, incluindo o próprio Big Boss. Na parte biológica, ela foi mãe de Ocelot, dando luz ao garoto durante a invasão da Normandia na Segunda Guerra Mundial – ela estava grávida, realizando missões, sofreu um disparo na barriga e deu à luz durante o tiroteio. Não é para qualquer uma.

The Boss

9 – Mãe do Ness (Earthbound)

Literalmente, “Mãe do Ness” pode parecer uma adição muito genérica à lista: afinal, nem nome ela tem. Contudo, a mãe do protagonista tem um papel bem importante até mesmo na jogabilidade: está constantemente preocupada com o filho e o ajuda com suprimentos sempre que possível durante a aventura. Além disso, se Ness ficar muito tempo sem dar satisfações, ele fica com saudades e isso afeta o gameplay. Sem dúvidas, a típica mãe carinhosa.

Ness

10 – Elena Drake (Elena Fisher) – Uncharted 4

Aviso de spoilers! Depois do fim da jornada de Nathan Drake em Uncharted 4, vemos que Elena e Nathan ficam juntos e têm uma filha, Cassie. Vemos muito pouco da interação do casal e da relação familiar, mas Elena é a imagem oposta da mãe dona de casa: aventureira, cheia de histórias e que incentiva muito o estudo (visto que Cassie parece ser uma personagem bem inteligente).

E

11 – Joyce Price (Life is Strange)

Aqui vai mais um nome que não deve ser familiar para muitos, mas Joyce Price é um exemplo de mãe. Com a morte o pai de Chloe (que pode acontecer ou não com os eventos do game), Joyce se torna uma mulher batalhadora e que tenta educar e trazer o sustento da casa. Independente da linha temporal, Joyce é sempre uma boa mãe, mesmo que muito protetora de vez em quando.

Life is Strange

Menções honrosas

Kangaskhan – Pokémon

K

Mãe de Red – Pokémon

Red

Cereza – Bayonetta (cuidou de uma versão dela mesmo no passado)

Cerezza

Faye – God of War

Faye

Jade – Beyond Good & Evil (cuidava de diversos órfãos)

Jade

Yennefer – The Witcher 3 (mãe de consideração de Ciri)

Yennefer

Morrigan – Dragon Age Inquisition

A

Ana Amari – Overwatch

Ana

...

Infelizmente, como dissemos no começo da matéria, as mães nos jogos quase sempre servem apenas de motivação para o protagonista e quase nunca desempenham um papel marcante nas aventuras, o oposto do que ocorre com os pais (quase sempre representam vingança ou proteção para sua família). Com isso, é bom refletir: será que não deveríamos ter mais mães importantes, como Sonya ou Reyna?

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.

Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Participe agora deixando seu comentário Acesse sua conta
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários