Voxel

Está tudo bem agora: presidente da THQ garante que crise não é o fim da empresa

Último Vídeo

Img_normalAinda há esperança para a THQ

O dia 21 de dezembro chegou e, contrariando todas as expectativas milenares, o mundo não acabou. Exceto para a THQ, que vê o pior momento de sua crise financeira e que, no início desta semana, anunciou que entraria em concordata para evitar uma quebra definitiva. E é em meio a esse apocalipse econômico que o presidente do estúdio, Jason Rubin, publicou uma carta no site oficial da empresa para explicar os últimos acontecimentos.

E apesar de toda a situação parecer catastrófica, Rubin deixa claro que esse não é o fim da THQ, mas um novo começo. Segundo ele, todas as equipes criativas vão continuar focadas em fazer grandes jogos, sem se importar com todas as recentes notícias sobre o desempenho da companhia.

Além disso, o presidente acalma os fãs ao explicar que, apesar do pedido de concordata ter assustado muita gente, isso não significa que as franquias e demais títulos serão perdidos e que a medida vem exatamente para impedir que isso aconteça. De acordo com ele, esse tipo de movimentação é um recurso protecionista existente nos Estados Unidos para permitir que empresas se reestruturem em momentos de crise.

Img_normal
Como exemplo de que o pedido de concordata não é o fim do mundo, Rubin relembra que o estúdio cinematográfico MGM entrou com um pedido semelhante há dois anos e que, em 2012, lançou “007: Operação Skyfall” e “O Hobbit: Uma Jornada Inesperada”, dois dos maiores sucessos de bilheterias deste ano.

Ainda pensando no futuro

Por fim, Jason Rubin garante que os jogadores podem continuam confiantes quanto aos próximos projetos da THQ, pois esse péssimo momento não vai influenciar em jogos que já estão em andamento. Isso significa que a pré-venda de Metro: Last Light, South Park: The Stick of Truth e Company of Heroes 2 — além de algumas sequências não anunciadas — ainda vão continuar, pois o desenvolvimento de cada um deles não será interrompido ou comprometido.

Fonte: THQ, MCV

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.