Voxel
333
Compartilhamentos

Estátuas nuas de Assassin’s Creed Origins têm censura em partes íntimas

Último Vídeo

Recentemente, o game Assassin’s Creed Origins ganhou um modo bem interessante que só tende a adicionar à experiência: o modo Discovery Tour, que oferece uma experiência puramente educacional. Mil maravilhas, certo? Bom, sim, mas há uma polêmica recente (ou não): as estátuas com nudez (similar às de Michelangelo, sabe?) estão censuradas.

Basicamente, toda obra de arte que apresenta qualquer tipo de nudez tem conchas do mar no lugar das partes íntimas. No Serapeu de Alexandria, um templo grego, há uma tentativa de recriar o visual do local de como seria no século 1 AC., mas todas as estátuas do local estão censuradas.

O mais esquisito é que a censura parece valer apenas para as estátuas, já que os quadros e fotografias contém nudez da mesma forma que as obras originais. Sem contar que na própria campanha de Origins há muitas cenas com mulheres com os seios a mostra. Mas por que? Apesar de ser algo no mínimo esquisito, a resposta é simples: as mudanças foram feitas para abranger o maior número de pessoas possíveis, variando todas as idades e culturas.

“O modo Discovery Tour foi criado para oferecer suporte ao máximo de pessoas das mais variadas idades e culturas, oferecendo a chance de visitar o Antigo Egito e aprender sobre História”, disse a Ubisoft ao Kotaku. A decisão é estranha e pode dividir opiniões, ainda mais se levarmos em conta que os quadros não são censurados. E aí, o que você acha dessa escolha?

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.