Estúdios começam a contratar fãs que criam mods para games

Estúdios começam a contratar fãs que criam mods para games

Último Vídeo

A indústria de games é um nicho em constante expansão e para entrar nesse mercado há vários meios. Você pode fazer um curso universitário em desenvolvimento de games, fazer estágio em um estúdio ou simplesmente mostrar para as grandes desenvolvedoras os projetos que você fez independentemente.

Porém, parece que há outros meios que podem colocar um futuro desenvolvedor em evidência para a contratação: mods. Os mods são — como o nome sugere — modificações que usuários fazem em jogos. Eles podem representar novas fases, novos personagens, armas, skins... Jogos inteiros algumas vezes surgem de mods, como é o caso de Counter-Strike e DoTA.

O que poucos sabem é que o talento investido na criação de um mod pode ser reconhecido por “olheiros” da indústria, como é o caso de Cliff Bleszinki, ex-designer da Epic Games e atual manda-chuva da Boss Key Productions. O criador de Gears of War disse em entrevista que conheceu um provável futuro funcionário vendo o trabalho que ele realizou em um mod de Team Fortress 2.

Quando o hobby vira profissão

“Uma das pessoas que estamos pensando em contratar agora é um level designer que não tem experiência profissional na indústria, além de fazer incríveis mapas para Team Fortress 2”, disse CliffyB.

Algo parecido aconteceu com a Sumo Digital, responsável por LittleBigPlanet 3, que escolheu para trabalhar no game parte da comunidade. “O time de level design é formado por mais ou menos 15 pessoas, todos contratados da comunidade LittleBigPlanet”, disse o diretor do estúdio Damian Hosen.

Às vezes também acontece de o mod ganhar vida própria, como vários que surgiram de Half-Life. Um exemplo foi o elogiado e bem-recebido Dear Esther, do estúdio independente The Chinese Room.

Hosen diz que a prática de trabalhar mods “é um jeito fantástico de conseguir coisas realmente inovadoras, para ganhar experiência, para desenvolver sem criar muitas expectativas”. Se você tem o costume de desenvolver projetos com mods por hobby, quem sabe um dia isso não se transforme em algo mais sério?

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.