Voxel

EverQuest Next é revelado; MMO da Sony promete levar o gênero a outro patamar

Último Vídeo

Img_normal

O MMO ainda é febre mundial, mas não ferve como há alguns anos. EverQuest, que já existe há 14 anos, sempre ergueu a bandeira dos MMORPGs com orgulho e ambição. Agora, a Sony Online Entertainment anunciou o ambicioso EverQuest Next, sucessor da franquia que visa “mostrar o futuro dos jogos online”.

Em desenvolvimento desde 2009, o projeto passou por várias mudanças em aspectos técnicos e criativos. A filosofia, por tabela, também teve de arcar com a passagem do tempo, já que os MMOs atuais usam fórmulas um pouco batidas. Foi exatamente essa necessidade de revitalização que o presidente da Sony Online Entertainment, John Smedley, citou. “Com EverQuest Next, estamos voltando às nossas origens – um espaço que definimos com o legado de EverQuest – e liderando uma nova era nos MMOs”, endossou o presidente. “Estamos criando um mundo vivo do qual os jogadores fazem parte. O futuro dessa franquia está nas mãos deles”, ambicionou o executivo.

Novidades: múltiplas classes, ambientes destrutíveis e mais

O novo sistema trará múltiplas classes: serão mais de 40 tipos que podem explorar e interagir com o mundo de acordo com o estilo individual de cada um. O jogador pode coletar e dominar diversas skills de armas e se especializar em várias habilidades distintas.

Os ambientes destrutíveis serão outro tempero de EverQuest Next. Apesar de os MMOs terem uma natureza libertária, nenhum trouxe recursos muito bem trabalhados nesse sentido. Os ambientes sofrerão mudanças e deformações conforme as ações do jogador – e essas mudanças poderão ser permanentes. Em outras palavras, o mundo será dinâmico e está sujeito a sofrer alterações em tempo real.

Universo dinâmico: alterações no mundo e esperteza da IA

Conforme mencionado, as ambientações de EverQuest Next poderão sofrer alterações que deformam o mundo ao redor do jogador de forma permanente. Isso inclui ações não só de jogadores, mas também de criaturas e NPCs.

Essas transformações refletem uma IA mais aguçada. Os NPCs terão motivações específicas e objetivos próprios de maneira imprevisível. Nada é programado “roboticamente”; os jogadores estarão num mundo em constante transformação. Em uma determinada situação, por exemplo, os orcs podem atacar oportunamente porque querem o dinheiro do jogador. Eles não farão a abordagem só porque o jogador está ali.

Cada personagem terá sua própria história e desenvolvimento dentro do universo de jogo. Cada escolha do jogador acarretará em resultados variáveis – bons ou ruins.

E não para por aí: EverQuest Next Landmark foi anunciado simultaneamente

O anúncio-surpresa da Sony Online Entertainment foi EverQuest Next Landmark, uma espécie de extensão de EverQuest Next que será free-to-play (gratuito para jogar) e terá um sistema similar ao de Minecraft. O game pretende focar na criação de conteúdos e montagem de blocos que depois funcionarão em EverQuest Next. Será um cross muito bem-vindo que dará aos jogadores a “prancheta de pintura” para que eles utilizem as criações no MMO principal, que é EverQuest Next. Um verdadeiro “EverCraft”.

Ainda não há data de lançamento confirmada. O presidente John Smedley disse que Landmark deve sair ainda este ano. As plataformas também não estão definidas, mas é seguro considerar os games para PC, visto que os jogos anteriores da franquia foram lançados unicamente para essa plataforma.

Ficou ansioso? Além dos vídeos ao longo da matéria, confira as imagens que separamos na galeria abaixo.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.