Ex-CBLoL, Brave é rebaixada do Circuito Desafiante e libera jogadores

Ex-CBLoL, Brave é rebaixada do Circuito Desafiante e libera jogadores

Último Vídeo

Após chegar ao CBLoL com uma campanha perfeita no 2º split de 2016 do Circuito Desafiante, o ano de 2017 tinha tudo para ser um dos melhores para a organização Brave eSports. Infelizmente para os fãs do Leão Vermelho, o que aconteceu foi uma decadência nunca vista no cenário brasileiro de League of Legends, que culminou em dois rebaixamentos seguidos.

Após perder para a CNB Trinity por 3-2, os ex-CBLoL Evrot (mid laner), Sarkis (atirador), Cabuloso (suporte) e os membros da comissão técnica Erick Cardoso (técnico) e RafaP (auxiliar) anunciaram que estão free agente e abertos a propostas de outros times. “Perdemos a vontade de vencer. É errado pensar dessa maneira, porém foi o que aconteceu: desanimamos e não conseguíamos enxergar uma solução”, afirmou Sarkis, no Twitter, sobre a atitude da equipe após perder as três primeiras séries no Circuito Desafiante.

Após o confronto de acesso, já estão definidas todas as equipes que participarão do próximo Circuito Desafiante: CNB Trinity, Iron Hawks e-Sports, Merciless Gaming e Operation Kino (OPK), além da Ilha da Macacada Gaming, que venceu o outro confronto de acesso contra a Stay Gaming, e a TShow, que foi rebaixada do CBLoL.

A decadência

Após subir para o CBLoL, muitos diziam que a Brave tinha chances de almejar algo, principalmente por não ter perdido nenhum jogo no Circuito Desafiante do split anterior. Evrot e Sarkis se destacavam no campeonato por conseguir jogar de igual para igual contra os maiores nomes do cenário brasileiro; além disso, 4Lan (caçador) – que hoje está na final do CBLoL com a Team One – era considerado uma das maiores revelações do campeonato.

Mesmo com as boas atuações dos três jogadores, a Brave não conseguia bons resultados. Eles mostravam um forte estilo de jogo baseado em lutas em equipe, porém a atuação do top laner Thulz ainda deixava muito a desejar e, muitas vezes, acabaram entregando jogos em que estavam com vantagens. Após o empate contra a Keyd Stars, na segunda rodada, até parecia que o time ia para frente, porém ele não conseguiu vencer nenhuma série durante o campeonato e terminou na última colocação, com apenas 3 pontos.

Depois do péssimo resultado na elite do LoL brasileiro, eles voltaram para o 2º split do Circuito Desafiante com mudanças. Perderam 4Lan e trocaram o top laner para tentar voltar ao CBLoL. Porém, a má fase da equipe continuou. Com problemas na jungle, os jogadores não conseguiram acertar o time e não conquistaram um ponto sequer no campeonato.

Para pelo menos se segurar no campeonato no próximo split, eles precisavam vencer uma série melhor de 5 contra a CNB Trinity – time de base da CNB. Após perderem as duas primeiras partidas contra os blumers, parecia que o fim estava decretado para a equipe. Porém, eles conseguiram acordar, vencer dois jogos em sequência e empatar a série. Era tudo ou nada para a Brave. Eles começaram o 5º jogo na frente, mas com uma jogada ruim de Evrot, perderam uma team fight que entregou toda a vantagem e deu chances para a CNB Trinity virar a partida e conquistar a vaga do Circuito Desafiante.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.